Flamengo praticamente carimba vaga na semifinal da Libertadores

0
255
Arrascaeta, Gabigol e Vidal deram show de bola na NeoQuímica Arena (Foto: Marcelo Cortes/CRF)
Arrascaeta, Gabigol e Vidal deram show de bola na NeoQuímica Arena (Foto: Marcelo Cortes/CRF)

O que prometia ser um confronto difícil entre Corinthians e Flamengo se revelou uma aula de futebol ministrada pelos craques flamenguistas, sob o comando do técnico Dorival Jr. na noite da terça-feira (2) na NeoQuímica Arena, em São Paulo, no primeiro jogo das quartas de final da Copa Libertadores da América 2022.

O Rubro-Negro venceu o Corinthians por 2 a 0 na partida de ida das quartas de final da competição. Arrascaeta, no primeiro tempo, e Gabigol, no segundo, fizeram os gols. Sem passar muito sufoco e com amplo domínio, em especial na etapa final, o Flamengo abriu vantagem na disputa deixando a impressão de que poderia até mesmo ter construído um placar mais elástico. O Timão, por sua vez, apresentou pouca coisa. Não conseguiu ser perigoso quando teve seu melhor momento durante os primeiros 45 minutos e se deixou tomar pelo abatimento após o segundo gol. Vitória maiúscula do Flamengo e atuação preocupante do Corinthians.

Na partida de volta, na próxima terça-feira (9), no Maracanã, o Flamengo pode até perder por um gol de diferença para avançar à semifinal. O Corinthians precisa vencer por três gols para se classificar ou por dois para levar a decisão para os pênaltis. Quem passar, pega o vencedor de Vélez x Talleres.

Antes disso, porém, os dois jogarão fora de casa no sábado (6) pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Corinthians enfrenta o Avaí no Estádio da Ressacada e o Flamengo joga no Morumbi contra o São Paulo.

O único consolo para o Alvinegro paulista foi o excelente público de 45.349 pagantes (dos quais 4 mil eram torcedores do Flamengo), que proporcionou a renda de R$ 5.386.291,50.

Desencanto

O Corinthians vem enfrentando uma grave crise financeira por causa das más administrações que antecederam o mandato do atual presidente Duílio Monteiro Alves e o imbroglio envolvendo a construção da NeoQuímica Arena, estádio que serviu de palco para a abertura da Copa do Mundo de 2014 no Brasil.

Para não ficar muito atrás dos três principais clubes do país em termos de poderio financeiro – Flamengo, Palmeiras e Atlético-MG -, o Timão tentou alguns negócios de oportunidade que não estão se revelando produtivos. No início da temporada, trouxe de volta antigos ídolos da torcida como Renato Augusto, Williams e Paulinho, além de Giuliano e Roger Guedes. Eles não custaram nada aos cofres do clube porque estavam sem clube no momento da contratação. Em compensação, são donos de salários altos e luvas.

William, revelado no próprio Timão, fez sucesso na Europa, sobretudo no futebol da Ucrânia e da Inglaterra, mas não está jogando bem, para decepção da Fiel. O mesmo estava ocorrendo com Paulinho, que ainda teve a infelicidade de se lesionar com gravidade e está for a da temporada. O único deles que vinha correspondendo era Renato Augusto, porém, o excesso de jogos e o ritmo forte das partidas foram responsáveis por uma lesão que o afastou dos gramados e sua ausência está sendo sentida pela Comissão Técnica e torcedores. Para completar, Giuliano e Roger Guedes não se revelaram os craques exaltados pela imprensa.

Aliás, a própria vinda de Vitor Pereira é outro erro da diretoria corintiana. O técnico português foi contratado depois da chegada desses jogadores.  Ou seja, ele não participou da montagem do elenco, que foi reforçado com Maycon, Yuri Alberto, Fausto Vera, Balbuena e o retorno de Bruno Mendez. O volante Maycon, outro ex-ídolo corintiano, tem alternado boas e más atuações, enquanto o centro-avante Yuri Alberto até agora não marcou um gol sequer em cinco partidas. O retorno do zagueiro paraguaio Balbuena não tem entusiasmado os torcedores, Mendez é um defensor comum e o volante argentino Vera nem teve tempo de se entrosar com seus novos companheiros.

Esse amontoado de equívocos está cobrando seu preço. O Corinthians estgá praticamente eliminado da Copa Libertadores da América, tem uma tarefa difícil para reverter em casa a vantagem de dois gols do Atlético-GO na Copa do Brasil, e vem cumprindo boa campanha no Brasileirão, onde está a quatro pontos do líder Palmeiras. No entanto, pode perder alguns atletas como William e Maycon, pretendidos por clubes europeus.

Em contraste com esse cenário desanimador, deve-se destacar a boa fase do goleiro Cássio e a descoberta de alguns bons garotos na base que vem sendo utilizados pelo treinados: Du Queiroz, Adson, Geovane, Raul Gustavo, entre outros. O jeito é apostar todas as fichas no Campeonato Brasileiro para, pelo menos, garantir uma vaga direta na Copa Libertadores da América do ano que vem.

Recuperação

O Flamengo era apontado como um dos grandes favoritos a conquistar os principais títulos do futebol masculino nesta temporada. Afinal, já possuía uma ótima equipe, revelou bons valores como Victor Hugo, João Gomes e Lázaro e trouxe Paulo Souza, treinador português que dirigia a seleção da Polônia, que estará na Copa do Mundo do Catar.

Todavia, a Comissão Técnica comandada por Paulo Souza não conseguiu uma boa sinergia e o Rubro-Negro não conseguia confirmar seu favoritismo. Perdeu até mesmo o Cariocão para o Fluminense, do então técnico Abel Braga, e a Supercopa para Galo, do ex-treinador Antonio “Turco“ Mohammed. Preocupada com pressão da torcida e de parte da imprensa, a diretoria do Flamengo optou pela dispensa de Paulo Souza e contratou Dorival Jr. às pressas, tirando-o do comando do Ceará. 

A vinda do velho conhecido não empolgou torcida e imprensa. Entretanto, em pouco tempo, ele mudou o patamar da equipe, que pratica hoje um futebol respeitado por adversários e torcedores. Ainda por cima, tem recebido reforços importantes como os meiocampistas chilenos Vidal e Pulgar, o atacante Everton Cebolinha, o lateral-direito uruguaio Guillermo Varela, e o craque Oscar. Ou seja, Dorival Jr. tem hoje sob seu comando o melhor elenco do futebol brasileiro, e conseguiu recuperar o futebol de Rodiney e Leo Pereira, atletas repudiados pelos torcedores flamenguistas. 

Assim, são grandes as chances de o Flamengo conquistar um título importante, porque está praticamente classificado para a semifinal, onde enfrentará Velez Sarsfield ou Talleres de Cordoba, disputa com o Athletico-PR uma classificação na Copa do Brasil e está a nove pontos do líder do Brasileirão, mas vem fazendo ótima campanha. Os flamenguistas têm motivos para sorrir.

Palmeiras arranca empate heroico no Mineirão

Gabriel Menino e Danilo comemoram o gol de empate do Verdão no Mineirão (Foto: Cesar Greco/SEP)
Gabriel Menino e Danilo comemoram o gol de empate do Verdão no Mineirão (Foto: Cesar Greco/SEP)

O Atlético-MG abriu 2 a 0, empurrado por mais de 57 mil torcedores no Mineirão. Mas o Palmeiras buscou a igualdade na etapa final, mostrando a força e tranquilidade do time para sair de um domínio do Galo e deixar empatado por 2 a 2 o jogo de ida das quartas de final da Libertadores. Hulk e Murilo (contra) marcaram para o Atlético. Murilo e Danilo fizeram para o Palmeiras.

A partida de volta das quartas de final está marcada para a próxima quarta-feira (10), no Allianz Parque, em São Paulo. O time que se classificar enfrenta o vencedor do confronto entre Estudiantes e Athletico-PR. Nesta edição da Libertadores, o gol fora de casa não é considerado critério de desempate.

Antes de duelarem pela Libertadores, Atlético e Palmeiras têm compromisso pelo Campeonato Brasileiro, no domingo. O Galo recebe o Athletico-PR, novamente no Mineirão, enquanto o Palmeiras joga em casa contra o Goiás,.

Por pouco, o Palmeiras não voltou a ser derrotado como visitante na Libertadores, o que encerraria uma sequência de 19 partidas de invencibilidade. O gol de Danilo ampliou a marca para 20 jogos. Além disso, o time de Abel Ferreira não perde um jogo de Libertadores (em casa ou fora) desde maio do ano passado, quando foi superado pelo Defensa y Justicia, no Allianz Parque. Agora são 17 duelos invicto. Está a um de igualar a marca do Galo, que ficou sem perder por 18 confrontos seguidos, de 2019 até a fase de grupos desta temporada.

Com direito a mosaico, faixas, bandeiras e muito fôlego para soltar o grito de Galo, a torcida do Atlético-MG bateu o recorde de público do clube em 2022 no jogo de ida das quartas de final da Libertadores, contra o Palmeiras. Foram 57.140 torcedores no Mineirão. A renda foi de R$ 4.232.050,90.

Incerteza

Após a entrada dos chamados 4 Rs (Rafael e Rubens Menin, Renato Salvador e Ricardo Guimarães) no futebol do Atlético-MG, o Galo mudou de patamar. Mesmo considerado um time grande, o Alvinegro de Belo Horizonte era visto mais como um time regional, com sua torcida concentrada sobretuda na capital mineira. Os títulos do Brasileirão e da Copa do Brasil no ano passado colocaram o clube em outro patamar, como realmente um dos grandes do futebol brasileiro.

Para isso, os mecenas não pouparam esforços para contratar jogadores de expressão como os argentinos Nacho Fernandez e Zaracho, o chileno Vargas e o craque Hulk. Este ano, o time se reforçou com as chegadas do volante Otávio e do atacante Ademir e, nesta janela, incorporou os atacantes Pedrinho, Alan Kardec e Pavón (este não pode atuar pelo clube na Libertadores por estar suspenso pela Conmebol).

Contudo, todo esse investimento pode não ser suficiente para brindar os torcedores com um título de relevância. A equipe já foi eliminada nas oitavas de final da Copa do Brasil pelo Flamengo, está disputando com o Palmeiras uma vaga na semifinal da Copa Libertadores da América e está a 10 pontos de distância do líder do Brasileirão, o próprio Alviverde paulista.

Caso seja eliminado pelo Verdão na próxima semana, terá de fazer uma campanha de recuperação no Brasileirão para almejar a conquista do Brasileirão pela segunda vez consecutiva. Não é fácil, porque, além do líder, há outras equipes que estão bem colocadas, como Corinthians, Fluminense, Athletico-PR, Flamengo e Internacional. Situação difícil para o Galo.

Mudança de patamar

O Palmeiras há dez anos era motivo de chacota dos torcedores rivais. Em 2012, teve a ironia de se sagrar campeão da Copa do Brasil e ser rebaixado para a Série B pela segunda vez. Sua torcida entrou em declínio e foi ultrapassada pela do São Paulo – agora está ocorrendo o fenômeno inverso. 

Alguns fatores, porém, mudaram o destino trágico do Verdão. O primeiro foi um acordo do Palmeiras, na época dirigido por Luiz Gonzaga Beluzzo, com a WTorre para a construção de uma arena onde havia o antigo Palestra Itália. Hoje, com a venda dos naming rights, a arena se chama Allianz Parque e é um dos melhores locais para shows de grande porte em São Paulo.

O segundo fator positivo foi a eleição de Paulo Nobre. Homem rico, um dos maiores acionistas do Banco Itaú, ele renegociou as dívidas do clube em seu nome para obter juros menores e profissionalizou o clube, sobretudo as categorias de base que hoje revelam excelentes jogadores para abastecer a equipe principal e para vender ao mercado externo.

O terceiro fator foi o patrocínio da Crefisa, que, em 2015, era o maior do Brasil. O casal José Roberto Lamacchia e Leila Pereira constatou que a decisão foi acertada. A publicidade das marcas Crefisa e FAM (Faculdade das Américas) catapultou a visibilidadedas empresas e resultou em bons negócios para as empresas. A parceira deu tão certo que hoje Leila Pereira é a atual presidente do Palmeiras.

Resiliência

Para culminar a ascensão do Verdão, em novembro de 2020, Abel Ferreira assumiu o comando do time. O jovem técnico português implantou uma filosofia de valorizar todos os jogadores do elenco e apenas apostar na contratação de jovens talentos que tenham desejo de crescer no mundo do futebol. Nada de trazer veteranos ricos e com uma longa carreira de conquistas. 

Junte-se a isso, a promoção de alguns valores das vitoriosas categorias de base do Palmeiras e conceitos de jogo que passam sobretudo pela incorporação dos jogadores das jogadas ensaiadas, do jogo coletivo e do espírito de “todos por um e um por todos”. 

Essa filosofia rendeu até agora a conquista de duas Copas Libertadores, uma Copa do Brasil, um Campeonato Paulista, uma Recopa, vários vice-campeonatos, a liderança atual do Brasileirão e a possibilidade de garantir mais uma vez a presença na final da Copa Libertadores.

Dragão vence na estreia de Suárez

Nem a estreia de Luizito Suarez impediu a vitória do Atlético-GO em Montevidéu (Foto: site oficial do Nacional-URU)
Nem a estreia de Luizito Suarez impediu a vitória do Atlético-GO em Montevidéu (Foto: site oficial do Nacional-URU)

Quem foi ao estádio Parque Central, em Montevidéu, prestigiar a estreia de Luis Suárez viu vitória do Atlético-GO sobre o Nacional-URU, na terça-feira (2), no jogo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. O astro do futebol mundial entrou aos 28 minutos do segundo tempo, mas não conseguiu ajudar seu time a reverter o placar. O Dragão venceu com gol de Luiz Fernando e assistência de Léo Pereira na etapa inicial e manteve sua ótima fase nas copas.

O jogo de volta será na próxima terça-feira (9), no Serra Dourada, em Goiânia. O Dragão tem a vantagem do empate para avançar para a semifinal. O Nacional-URU precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para se classificar no tempo normal. Vitória uruguaia por um gol de diferença leva a decisão para os pênaltis.

O Atlético-GO volta a campo sábado, no Antônio Accioly, em Goiânia, contra o Bragantino, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro. Bem na Copa do Brasil e na Sul-Americana, o time goiano espera reagir na Série A, já que está na zona de rebaixamento.

Tricolor abre vantagem na Sula

Nikão celebra seu gol que deu a vitória ao Tricolor junto com Galoppo (Foto: Conmebol)
Nikão celebra seu gol que deu a vitória ao Tricolor junto com Galoppo (Foto: Conmebol)

O São Paulo saiu na frente do Ceará nas quartas de final da Copa Sul-Americana. Com um gol de Nikão, o Tricolor venceu o Vozão por 1 a 0, no Morumbi. Os donos da casa tiveram ainda a chance de melhorar o placar, mas Calleri perdeu pênalti. O resultado mantém o time paulista invicto no torneio, só que acaba com a campanha 100% dos cearenses. O primeiro tempo do duelo foi bem morno, tanto que a torcida tricolor vaiou. No entanto, a etapa final esquentou, e a equipe de Ceni saiu de campo aplaudida por largar na frente no mata-mata. Destaque para o público de 52.338 pessoas e renda de R$ 2.953.068,00 no Morumbi.

No jogo de volta, na próxima quarta-feira (10), no Castelão, em Fortaleza, o São Paulo joga pelo empate para avançar à semifinal. O Ceará precisa vencer por dois gols de diferença para se classificar. Ou então por um gol para levar a decisão da vaga aos pênaltis.

São Paulo e Ceará voltam a campo pelo Campeonato Brasileiro no sábado (6). O Vozão visita o Botafogo, no Engenhão, no Rio de Janeiro. E o Tricolor recebe o Flamengo, no Morumbi, na capital paulista.

Rússia condena jogadora de basquete Brittney Griner a nove anos de prisão

Brittney Griner foi presa por posse de drogas e contrabando (Foto: REUTERS/Evgenia Novozhenina)
Brittney Griner foi presa por posse de drogas e contrabando (Foto: REUTERS/Evgenia Novozhenina)

Brittney Griner foi condenada a nove anos de prisão e multada em um milhão de rublos, cerca de $16.000, por um tribunal russo, depois de ter sido considerada culpada de posse de drogas e contrabando. Os promotores pediram que ela recebesse nove anos e meio de prisão.

“Nunca tive a intenção de prejudicar ninguém para pôr em perigo a população russa ou violar as leis russas. Cometi um erro e espero que sua decisão não acabe com minha vida aqui”, disse Griner na quinta-feira(4).

O julgamento foi concluído quase seis meses após a prisão de Griner em um aeroporto de Moscou em um caso que atingiu os mais altos níveis da diplomacia russo-americana.

Apesar da sanção e de acordo com especulações, existe a possibilidade de uma negociação de troca de prisioneiros em que ela possa ser colocada como prisioneiro de troca.