Furacão Wilma foi apenas de categoria 2

Segundo o Centro Nacional de Furacões, ele só atingiu categoria 3 em áreas desabitadas

0
1219

DA REDAÇÃO – Wilma foi um furacão categoria 2, na escala Saffir-Simpson, apesar de ter danificado casas, arrancado tetos, causado muito estragos e ter deixado cerca de seis milhões de pessoas sem energia elétrica durante muito tempo.

A revisão de categoria do furacão, apontado como categoria 3 durante sua passagem em outubro, foi feita após análises de meteorologistas do Centro Nacional de Furacões, sediado em Miami.

Na verdade, ao atingir a terra, no sudoeste da Flórida, Wilma era um furacão categoria 3. Entretanto, depois que foi cruzando a parte terrestre do estado, perdeu força e reduziu-se à categoria 2, suficiente, porém, para provocar muita destruição e até mesmo algumas mortes.

De acordo com a escala Saffir-Simpson, um furacão categoria 2 traz ventos sustentados entre 96 e 110 milhas por hora, enquanto um de categoria 3 situa-se entre 111 e 130 milhas por hora.