Governo vai oferecer vacina contra a covid para imigrantes na fronteira

A princípio serão ministradas 2.700 doses de vacina por dia e 6 mil doses diárias serão aplicadas até maio

0
464
Principais destinos dos turistas da vacina seriam Miami, New York e California (foto: flickr)
Imigrantes serão vacinados na fronteira (foto: flickr)

O governo Biden vai oferecer vacinas contra a covid-19 para imigrantes detidos na fronteira dos Estados Unidos com o México, segundo informações do Departamento de Homeland Security (DHS).

O plano de vacinação, que encontrou resistência dentro da Casa Branca, será estendido a milhares de imigrantes que atravessam a fronteira todos os dias.

A princípio, serão ministradas 2.700 doses de vacina por dia e 6 mil doses diárias serão aplicadas até maio.

“Nosso objetivo ao vacinar pessoas sob nossos cuidados e custódia é garantir boas práticas de saúde pública. O DHS já está vacinando estrangeiros presos pelo ICE (Immigration and Customs Enforcement)”, disse o DHS em comunicado.

O governo Biden vem sendo duramente criticado por aplicar o Title 42, medida criada na administração Trump, que determina a expulsão sumárias de milhares de imigrantes tendo a pandemia como justificativa.

A expectativa é que haja uma nova renovação da Title 42 nas próximas semanas. Ativistas da causa imigratória criticam a medida e pedem que a Casa Branca revogue o Title 42 o quanto antes.

“Essa política não tem qualquer respaldo na saúde pública e sim é usada para expulsar imigrantes em massa. O Title 42 é usado para expulsar solicitantes de asilo e faz parte de um legado anti-imigrante deixado pelo antecessor de Biden”, afirma Robyn Barnard, conselheiro do Human Rights First.