Homem que estava em avião de deportados dos EUA era procurado por homicídio em MG

Mineiro de São Gotardo (MG) é suspeito de matar adolescente de 17 anos em 2005; segundo avião com deportados chegou a Minas Gerais no dia 4 de junho com 83 brasileiros

0
3118
Suspeito de homicídio estava em os deportados (Foto Reprodução TV Globo)

Um dos brasileiros que estava no segundo avião com deportados enviado pelo governo Biden ao Aeroporto de Confins, na região metropolitana de Belo Horizonte, será ouvido pela Justiça no dia 12 de julho. Ele foi detido ao desembarcar no dia 4 de junho, já que era procurado desde 2008 por ser suspeito de matar um adolescente.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Minas Gerais, a audiência será um interrogatório realizado por meio de videoconferência. O suspeito já havia passado, na última semana, por uma audiência de custódia realizada pelo juízo da 2ª Vara Criminal e de Execuções Penais da Comarca de Patos de Minas.

Segundo o processo no TJMG, o homem é acusado de ter matado um adolescente de 17 anos em São Gotardo (MG) no dia 8 de agosto de 2005. Ele era considerado foragido da Justiça brasileira desde 2008, quando foi decretada prisão preventiva, mas ele não foi encontrado. Além disso, o homem também era procurado pela Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) desde janeiro de 2020.

No dia 4 de junho deste ano, um avião com 82 pessoas deportadas dos Estados Unidos chegou no Aeroporto Internacional de Confins, em Belo Horizonte. O suspeito estava entre os deportados e foi imediatamente detido e levado para o Centro de Remanejamento (Ceresp) Gameleira.

O primeiro avião com deportados chegou no dia 21 de maio com 30 pessoas e o segundo tinha 83 brasileiros. (Com informações do G1)