ICE obriga detentos em greve de fome a se alimentarem no Texas

Outros presos da imigração em Miami, Phoenix, San Diego e San Francisco também estão em greve de fome

0
1720
FOTO Salwan Georges/The Washington Post via Getty Images)
FOTO Salwan Georges/The Washington Post via Getty Images)

Autoridades imigratórias informaram nesta quinta-feira (31) que foram obrigadas a forçar seis imigrantes a se alimentarem em uma prisão do U.S. Immigration and Customs Enforcement (ICE). Os detentos estão em greve de fome há vários dias.

“Nove dos 11 detentos em greve de fome rejeitaram a nona refeição consecutiva e tivemos que cumprir o protocolo e alimentá-los”, informou o porta-voz do ICE Dani Bennett. “A alimentação não consensual foi aprovada por um juiz do Texas”.

Outros dois detentos iniciaram a greve de fome no dia 30. A maior parte dos presos que faz greve de fome é da Índia e Cuba, que querem seus pedidos de asilo revistos e pedem para ser liberados.

Advogados e familiares reclamam que a alimentação forçada está machucando esses detentos.

“Eles não estão bem, estão fracos, não podem conversar e já foram hospitalizados mais de uma vez. Eles só querem saber porque estão presos e querem ter os direitos respeitados”, disse Amrit Singh, cujos sobrinhos indianos estão em greve de fome.

Outros casos de greve de fome foram observados em Miami, Phoenix, San Diego e San Francisco.