Isenção de visto para brasileiros virem aos EUA pode sair no dia 22

0
508

Dia 22 de outubro pode significar o fim da exigência de visto para visitar os EUA

Da redação com uol – Brasil e Estados Unidos decidem o fim da necessidade de vistos entre os dois países no dia 22 de outubro, em Washington (EUA). O encontro acontece seis meses após o presidente norte-americano, Barack Obama, e a presidenta Dilma Rousseff conversarem sobre o assunto, demonstrando interesse mútuo em acabar com o visto obrigatório. Atualmente a comunidade brasileira nos Estados Unidos reúne mais de um milhão de pessoas.

No encontro, Dilma e Obama não definiram uma data para o fim dos vistos, mas na época o presidente norte-americano indicou que o governo facilitaria as concessões de vistos para brasileiros. Uma das medidas seria uma ação para agilizar a passagem pela imigração de brasileiros que viajam frequentemente ao país a negócios poupando muitos das longas filas nos consulados americanos no Brasil.

Outro setor que espera com ansiedade o fim do visto entre os dois países, ou pelo menos mais facilidade para obtenção de visto por parte dos brasileiros, é o turismo. Recentemente o chefe do turismo da cidade de Nova York, George Fertitta, em visita a São Paulo, classificou a idéia de fantástica. Tivemos um encontro com a secretária de Segurança Nacional, Janet Napolitano, e eles (o governo americano) quer muito a suspensão do visto o quanto antes. Todo mundo quer. Só que há alguns processos a serem cumpridos, lembrou.

A metrópole está de olho nos brasileiros e em seus reais. O Brasil é a terceira maior fonte de visitantes estrangeiros para a cidade, atrás apenas do Reino Unido e Canadá. Mas os brasileiros são os mais gastões: deixaram por lá $1.62 bilhão no ano passado. Outro estado que tem muito interesse é a Flórida que sofre uma invasão de brasileiros principalmente nas férias escolares brasileiras.

Atualmente, cidadãos de 36 países não precisam de visto para visitar os Estados Unidos, por até 90 dias, seja turismo ou a negócios. A maioria dos sortudos que não precisam de visto são de países da Europa, além de Coréia do Sul e Cingapura, entre outros. No último ano, os governos do Brasil e EUA intensificaram as negociações para facilitar a entrada de brasileiros nos EUA e, até mesmo, eliminar a exigência de visto.

No Brasil

Enquanto as coisas não mudam e a facilidade para tirar o visto não chega, os brasileiros continuam tendo que enfrentar as longas filas de espera nos principais consulados americanos no Brasil. No entanto, isso não tem incomodado aqueles que ainda têm interesse de conhecer os Estados Unidos, por mês a média é 80 mil brasileiros com documentos na mão e tentando a sorte nos consulados e embaixadas americanas.

Até agosto deste ano, o Rio de Janeiro foi a cidade que registrou o maior aumento nos vistos concedidos, 73% a mais em relação ao mesmo período de  2011.  No entanto, São Paulo lidera o número de vistos processados no mesmo período, com 378.858 concessões, de janeiro a agosto de 2012, 61% a mais que no mesmo período em 2011.

Das quatro representações americanas no Brasil (São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília e Recife) apenas a capital pernambucana foi a única a apresentar um número negativo em comparação a agosto de 2011, registrando queda de 48% na solicitação e processamento de vistos no mesmo mês em 2012.