Kleber reclama de violência e agressões do Furacão

0
591

Protagonista nas duas expulsões do Atlético-PR, o atacante Kleber Gladiador não gostou da postura dos colegas do time paranaense, rival direto na briga pelo G4. O camisa 30 recebeu pisão de Luiz Alberto e entrada forte de Pedro Botelho, ambos expulsos diretos pelo árbitro Wilson Luiz Seneme e disse que temeu por uma lesão mais séria.

“O jogo acabou indo para um lado que não vinha acontecendo no Brasileirão. Foram duas expulsões. A primeira, uma agressão, não tem o que discutir. A segunda, podia ter quebrado a minha perna. Foi um lance lamentável, podia quebrar um colega de trabalho. Infelizmente aconteceu. Fico preocupado sim, podia ter que passar tudo o que passei no último ano, com as lesões”, disse o atacante após a partida.

A vitória pelo placar mínimo na Arena Grêmio nesta quarta-feira (2) deixou o Tricolor com quatro pontos de vantagem sobre o Furacão. Era o objetivo dos gaúchos antes da partida, já que a sequência de jogos inclui, além dos paranaenses, o Botafogo, no próximo sábado (5).

“Podia ter feito mais, poderia ser um jogo diferente. A expulsão do Vargas igualou, poderia ter mais tranquilidade. Ainda bem que teve outra. Infelizmente o jogo partiu para outro rumo, muitas faltas, agressão que não precisava”, completou o Gladiador.