Metade dos republicanos apóia legalização de indocumentados

0
534

Pelo menos um de cada dois republicanos concorda que os indocumentados recebam permissões para permanecer legalmente no país, segundo pesquisa da CBS News.

Este resultado é parecido ao de três pesquisas do Pew Research Center entre março e junho de 2013, onde pelo menos seis de cada 10 simpatizantes do Partido Republicano disseram aprovar a legalização.

Segundo os dados da pesquisa da CBS, cerca de dois terços dos americanos são favoráveis a dar a cidadania aos 11.7 milhões de indocumentados. Doze por cento dos pesquisados afirmaram apoiar seu status legal mas sem permitir a cidadania.

O Pew Research Center divulgou que, de acordo com as três pesquisas, pelo menos 7 de cada 10 americanos são a favor da legalização dos indocumentados.

Em junho do ano passado, quando o Senado dos Estados Unidos aprovou o projeto de lei imigratória, que inclui a opção de cidadania americana para os indocumentados, 71 por cento disseram apoiar uma via de legalização para os milhões de indocumentados.

Esta via teve o apoio de 69 por cento dos cidadãos independentes, 61 por cento dos republicanos e 80 por cento dos democratas.
A pesquisa revela que 27 por cento do total julgava errado os indocumentados ficarem em condições legais no país.

Um mês antes, em maio de 2013, apenas 44 por cento diziam ser a favor de conceder a cidadania americana aos indocumentados, enquanto 25 por cento apoiou regularizar seu status sem lhes dar cidadania.

De acordo com a pesquisa da Pew, pouco mais da metade dos simpatizantes democratas disse estar a favor da cidadania para os indocumentados, em comparação aos 35 por cento dos republicanos.

Isto reflete que pelo menos a metade dos republicanos apóia legalizar os indocumentados, mas sem lhes dar o status de cidadão americano.

O deputado pela Virginia Erick Cantor disse que, embora haja concordâncias entre republicanos e democratas sobre alguns aspectos centrais do sistema imigratório, as diferenças em outros parecem difíceis de conciliar.

O republicano Cantor é o encarregado de elaborar o texto preliminar dos princípios republicanos junto com Boehner e Bob Goodlatte, presidente do comitê judiciário da Câmara de Deputados, para anunciar sua postura sobre os indocumentados.