Momento de definição na Copa do Brasil

0
213
Arrascaeta foi o nome do jogo na vitória do Flamengo sobre o Atlético-MG que classificou o Rubro-Negro na Copa do Brasil (Foto: Jorge Rodrigues/AGIF)
Arrascaeta foi o nome do jogo na vitória do Flamengo sobre o Atlético-MG que classificou o Rubro-Negro na Copa do Brasil (Foto: Jorge Rodrigues/AGIF)

A Copa do Brasil começou tímida, até com pouco entusiasmo demonstrado pelos principais clubes do país, no entanto, depois de ter subido o valor das premiações e dar ao campeão do torneio uma vaga direta na Copa Libertadores da próxima edição, a competição cresceu em importância e se tornou um mini Campeonato Brasileiro reunindo as principais equipes brasileiras em busca da taça.

A Copa do Brasil começou a ser disputada em 1989 e foi vencida pelo Grêmio, detentor de cinco títulos. Porém, o Cruzeiro é o clube que mais venceu a competição, com 6 títulos – ironicamente ambos estão disputando a Série B este ano. Além desses dois, Palmeiras com 4, e Corinthians e Flamengo, com 3 títulos cada, estão entre os maiores vencedores. Os três ainda continuam vivos no torneio.

Outros 10 clubes venceram uma edição da competição, sendo portanto 15 o número de clubes campeões. O estado com maior número de títulos é São Paulo, com 10 conquistas. Apenas dois estados, São Paulo (Jundiaí, Santo André, Santos e São Paulo) e Rio Grande do Sul (Caxias do Sul e Porto Alegre) tiveram campeões de mais de uma cidade, e apenas as cidades do Rio de Janeiro  (com Flamengo, Fluminense e Vasco da Gama) e São Paulo  (com Corinthians e Palmeiras) tiveram mais de dois clubes campeões. Em três oportunidades, o campeão deste torneio foi um time que não estava na primeira divisão do campeonato nacional daquele anos: Criciúma, em 1991, Santo André, em 2004, e Paulista, em 2005. Em duas oportunidades, o campeão da Copa do Brasil foi rebaixado à Série B nacional no mesmo ano. Isto aconteceu em 1999, com o Juventude, e em 2012, com o Palmeiras. 

Galo cozido no inferno do Maracanã

O Maracanã viveu um dia de êxtase, e os torcedores do Flamengo vibraram com a classificação de seu time para as quartas de final da Copa do Brasil. O Rubro-negro venceu o Atlético-MG por 2 a 0, na noite da quarta-feira (13) – o jogo de ida, no Mineirão, terminou 2 a 1 para o Galo. Os gols da classificação flamenguista foram marcados pelo meia uruguaio Arrascaeta. Os donos da casa alcançaram a vaga dominando o Atlético durante praticamente todo o jogo. O Alvinegro escapou de uma derrota ainda maior.

A torcida do Flamengo lotou o Maracanã (a do Galo também esgotou sua cota de ingresso). Uma festa que abrilhantou o confronto e terminou com explosão de alegria rubro-negra. Foram 68.747 torcedores presentes, sendo 62.624 pagantes. A renda foi de R$ 3.423.620,25.

A CBF fará o sorteio das quartas de final da Copa do Brasil na próxima terça-feira (19), na sede da entidade. Os oito times classificados ficam no mesmo pote e podem se enfrentar. Com esse chaveamento, será traçado o caminho até a decisão. As datas previstas para as quartas são 27 e 28 de julho (ida) e 17 e 18 de agosto (volta).

O foco agora é o Campeonato Brasileiro. No próximo sábado (16), o Flamengo enfrenta o Coritiba, no Mané Garrincha, em Brasília. O Atlético joga no domingo (17), mais uma vez no Rio de Janeiro. Encara o Botafogo às 18h no Nilton Santos. Partidas válidas pela 17ª rodada.

Santos vence Corinthians mas não se classifica

Marcos Leonardo comemora seu gol na vitória sobre o Timão (Foto: Fernanda Luz/AGIF)
Marcos Leonardo comemora seu gol na vitória sobre o Timão (Foto: Fernanda Luz/AGIF)

O Santos até venceu a partida de volta das oitavas de final, mas o Corinthians está nas quartas de final da Copa do Brasil. Na noite da quarta-feira (13), na Vila Belmiro, o Peixe venceu por 1 a 0, com gol de Marcos Leonardo, de pênalti. Porém, como o Timão tinha goleada por 4 a 0 na ida, na Neo Química Arena, conseguiu a classificação à próxima fase. Ao contrário do duelo em Itaquera, o Santos mostrou outra postura, muito mais aguerrida para seus 12.294 torcedores, que prop[orcionaram uma renda de R$ 408.772,50. Mas já era tarde para uma reação. O Corinthians, por sua vez, fez mais uma vez uma partida segura. Só foi vazado por causa da penalidade cometida por Cássio no segundo tempo. 

O adversário do Corinthians nas quartas de final será conhecido em sorteio na próxima terça-feira (19).  Santos e Corinthians volta a campo no sábado (16), pelo Campeonato Brasileiro. O Peixe visita o Avaí, no estádio da Ressacada, em Florianópolis. E o Timão viaja a Fortaleza para encarar o Ceará, no Castelão.

Ceará ganhou, mas não levou

Vina se emociona após desclassificação do Ceará (Foto: Thiago Gadelha/SVM)
Vina se emociona após desclassificação do Ceará (Foto: Thiago Gadelha/SVM)

O Ceará derrotou seu maior rival por 1 a 0, com gol de Vina. Entretanto, mesmo com sufoco até o fim, o Fortaleza se classificou às quartas de final da Copa do Brasil. No primeiro jogo, venceu por 2 a 0. Na quarta-feira (13), perdeu, mas avançou. Vina acertou travessão no final e chorou. O jogo foi a despedida de Yago Pikachu do Fortaleza, já que ele recebeu proposta de clube japonês e aceitou. O Fortaleza embolsou a quantia de R$ 3,9 milhões por avançar às quartas de final.

Esse jogo marcou a despedida de Pikachu, que aceitou proposta do futebol japonês e deixa o Fortaleza. Do outro lado, Vina chorou ao fim do jogo por conta da desclassificação do Ceará. O jogador marcou o gol da vitória e mandou bola no travessão no último lance do jogo. Ao fim do duelo, o atacante foi até a torcida e ficou emocionado.

Pelo Brasileirão, o Ceará receberá o Corinthians no sábado (16), no Castelão, enquanto o Fortaleza vai até Goiânia enfrentar o Atlético-GO no domingo (16).

Dragão chamuscou o Esmeraldino

Jorginho marcou o primeiro gol do Dragão que abriu caminho da vitória (Foto: Alan Deyvid/ACG)
Jorginho marcou o primeiro gol do Dragão que abriu caminho da vitória (Foto: Alan Deyvid/ACG)

Mesmo jogando na Serrinha lotada, campo do rival, o Atlético-GO atropelou o Goiás em clássico goiano pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Depois de um 0 a 0 no jogo de ida, o Dragão não tomou conhecimento do rival e venceu com autoridade, assim como já havia feito na final do Campeonato Goiano. Jorginho, no primeiro tempo, Wellington Rato e Marlon Freitas, na etapa final, fizeram os gols da vitória rubro-negra por 3 a 0. Silêncio para os mais de 12 mil pagantes que compareceram ao estádio e saíram frustrados com a atuação esmeraldina.

O Atlético-GO, que já tinha acumulado R$ 7,18 milhões em premiação na Copa do Brasil, leva mais R$ 3,9 milhões para casa e totaliza R$ 11,08 milhões em prêmio nesta edição do torneio nacional.

O Atlético-GO está nas quartas de final da Copa do Brasil, enquanto o Goiás está eliminado. O adversário do Dragão será definido por sorteio. O Goiás fica apenas com a Série A para disputar em 2022. Bem nas copas, o Atlético-GO voltará a campo no próximo domingo (17), em casa, contra o Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro. O Dragão está na zona de rebaixamento e tentará reagir na Série A. Também no domingo (17), o Goiás visitará o Juventude em jogo da 17ª rodada do Brasileirão.

Furacão avança na Copa do Brasil

Rômulo, autor do gol da vitória sobre o Bahia, é cumprimentado por Cuello (Foto: José Tramontin/athletico.com.br)
Rômulo, autor do gol da vitória sobre o Bahia, é cumprimentado por Cuello (Foto: José Tramontin/athletico.com.br)

Foi depois de sofrer um susto no primeiro tempo que o Athletico conquistou, na terça-feira (12), a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil. Na Arena da Baixada, um Furacão perdido encontrou um Bahia bem postado e viu Davó abrir o placar aos cinco minutos. O time baiano tentou manter o ritmo, perdeu chances, mas sentiu o cansaço no segundo tempo. Aos 32, Erick fez o gol que mudou a partida; Rômulo fechou a conta aos 48.

O adversário do Athletico na próxima fase vai ser definido em sorteio. As datas programadas são 26 a 28 de julho (ida) e 16 e 18 de agosto (volta). Além da vaga nas quartas de final da Copa do Brasil, o Athletico também embolsa R$ 3,45 milhões pela classificação após o jogo desta terça-feira.

O Athletico volta a campo no sábado (16), quando enfrenta o Internacional pela 17ª rodada do Brasileirão Série A. No mesmo dia, o Bahia visita o Guarani no Brinco de Ouro, pela 18ª rodada da Série B.

Flu de Diniz segue como orquestra 

O combiano Arias foi autor do gol que abriu caminho para a goleada do Flu sobre o Cruzeiro (Foto: site oficial do Fluminense)
O colombiano Arias foi autor do gol que abriu caminho para a goleada do Flu sobre o Cruzeiro (Foto: site oficial do Fluminense)

O Fluminense venceu o Cruzeiro por 3 a 0, na terça-feira (12), no Mineirão, e garantiu a classificação para as quartas de final da Copa do Brasil. O time carioca carregava a vantagem obtida na vitória por 2 a 1 e conseguiu segurar o ímpeto mineiro até meados do segundo tempo. A partir dali, saiu com contundência para o ataque para buscar os gols e assegurar a vaga. Os gols foram marcados por Arias, Cano e Nathan.

Com o resultado, o Cruzeiro volta às atenções para a Série. A equipe é líder do campeonato e volta a jogar no próximo domingo (17), contra o Novorizontino, no Mineirão. O Fluminense aguarda o sorteio que vai definir os confrontos da próxima fase. Pelo Brasileiro, o time de Diniz vai enfrentar o São Paulo, domingo (17), no Morumbi.

Violência condenável no futebol brasileiro

O arqueiro corintiano Cássio foio agredido por um torcedor após o final do jogo na Vila Belmiro (Foto: corinthians.news)
O arqueiro corintiano Cássio foi agredido por um torcedor após o final do jogo na Vila Belmiro (Foto: corinthians.news)

Não se pode negar que o esporte, e o futebol principalmente, seja uma válvula de escape para os cidadãos que vibram ou sofrem com os desempenhos dos atletas de seus clubes do coração. Todavia, não está mais dando para aturar o grau excessivo de violência que vem tomando conta do futebol brasileiro neste momento.

Nessa rodada, foram registradas cenas lamentáveis em três partidas: Fluminense x Cruzeiro, Flamengo x Atlético-MG, e Santos x Corinthians.

Na terça-feira, torcedores de Cruzeiro e Fluminense entraram em conflito no anel superior do Mineirão antes de a bola rolar, pela oitavas de final da Copa do Brasil. Torcedores cruzeirenses e tricolores arremessaram objetos para atingir seus desafetos. A confusão foi controlada com a chegada da Polícia Militar e uso de gás de pimenta.

No dia seguinte, organizadas do Atlético-MG brigaram em um trecho da BR-040, na região de Petrópolis-RJ, quando seguiam viagem para acompanhar o jogo contra o Flamengo, no Maracanã, pela Copa do Brasil. Um homem foi apreendido com um facão.

Segundo informações repassadas pela Polícia Rodoviária Federal do Rio de Janeiro, quatro pessoas ficaram feridas, com ferimentos leves, no confronto entre membros de duas organizadas do Galo, uma delas a Galoucura. Ou seja, a briga foi entre os próprios torcedores atleticanos!

Pior incidente

Oito torcedores do Santos detidos pela invasão ao gramado da Vila Belmiro após a eliminação para o Corinthians nas oitavas de final da Copa do Brasil. Eles foram liberados após prestarem depoimento e podem receber pena de até dois anos de prisão e multa ao fim do processo.

Segundo o delegado Cesar Saad, da Delegacia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva (DRADE), os invasores passaram por audiência na madrugada, no Juizado Especial Criminal (Jecrim), dentro da Vila Belmiro, sendo liberados em seguida. Um deles inclusive partiu para cima do goleiro corintiano Cássio, que foi defendido por Marcos Leonardo.

Esse destempero de “torcedores” santistas pode custar caro ao Santos. A Procuradoria do STJD vai oferecer denúncia contra o Santos nos próximos dias pelos episódios ocorridos na eliminação para o Corinthians nas oitavas de final da Copa do Brasil. A decisão será tomada após análise da súmula e outros documentos. Em casos como este, a punição prevista é de até R$ 100 mil em multa e, dependendo da gravidade, perda de mando de campo de um a dez jogos.

Gustavo Scarpa assina com Nottingham Forest

Gustavo Scarpa troca Palmeiras pelo Nottingham Forest em 2023 (Foto: nottinghamforest.news)
Gustavo Scarpa troca Palmeiras pelo Nottingham Forest em 2023 (Foto: nottinghamforest.news)

O meia-atacante acertou sua transferência para o Nottingham Forest antes do término de seu contrato com o Palmeiras. Ele assinou um acordo de pré-contrato com o time inglês, mas pode se juntar ao Olympiacos por empréstimo quando chegar em janeiro.

Se os campeões gregos permanecerem na Liga dos Campeões, Evangelos Marinakis o enviará para seu outro clube por seis meses a caminho de Nottingham.

Scarpa atualmente tenta ajudar o Palmeiras a conquistar o título brasileiro. Ele marcou oito gols e deu oito assistências durante a atual campanha. Ele rejeitou os avanços da Espanha, França, Portugal, Arábia Saudita e EUA.

O Nottingham Forest está de volta ao grande momento depois de 23 anos fora da Premier League. É um momento emocionante para estar em Trentside e, finalmente, Scarpa gosta de um pouco disso.

Segundo o site do clube inglês, o versátil atacante canhoto ganhou troféus em abundância no Brasil. Ele conquistou sete títulos no total e claramente deseja um novo desafio longe de sua terra natal.

Arão assina com Fener

Willian Arão posa com a camisa do Fenerbahçe (Foto: Divulgação/Fenerbahçe)
Willian Arão posa com a camisa do Fenerbahçe (Foto: Divulgação/Fenerbahçe)

O Fenerbahçe anunciou na quinta-feira (14) a contratação do volante Willian Arão. O clube turco confirmou a conclusão da transferência do brasileiro, que deixa o Flamengo após seis anos e volta a trabalhar com o técnico Jorge Jesus, recém-chegado à equipe de Istambul. Arão já posou para fotos com a camisa do clube de Istambul.

Arão foi comprado ao Flamengo por três milhões de euros, que serão divididos em três parcelas. O jogador de 30 anos assinou contrato de duas temporadas, com a possibilidade de renovação por mais uma.

Willian Arão chegou ao Flamengo em janeiro de 2016. Conquistou a Libertadores, dois Brasileiros, duas Supercopas do Brasil, uma Recopa Sul-Americana e quatro estaduais. Com a camisa rubro-negra, disputou 377 jogos, marcou 35 gols e conquistou 10 títulos.