Morre mais um policial que atuou na segurança do Capitólio durante os ataques

A causa da morte não foi divulgada, mas alguns veículos de comunicação que tiveram contato com familiares especulam um aparente “suicídio”

0
501
Howard Liebengood,51, atuava na divisão de segurança do Senado desde abril de 2005 (foto: flickr)
Howard Liebengood,51, atuava na divisão de segurança do Senado desde abril de 2005 (foto: flickr)

Howard Liebengood, 51, era um dos policiais que atendeu ao chamado para conter o grupo pró-Trump que invadiu o Congresso na semana passada. Neste domingo (11), o veterano foi encontrado morto.

Embora a causa da morte não tenha sido divulgada oficialmente, alguns veículos de comunicação que tiveram contato com familiares de Liebengood especulam um aparente “suicídio”.

“Nossos pensamentos e orações vão para sua família e amigos “, disse uma declaração da diretora de comunicações Capitol Police, Eva Malecki. “Pedimos que sua família e a privacidade de outros oficiais do USCP e de suas famílias sejam respeitadas durante este período profundamente difícil.”

O oficial havia sido designado para a divisão de segurança do Senado e estava no Departamento desde abril de 2005.

O pai de Liebengood, Howard S. Liebengood, foi assessor do ex-líder da minoria do Senado Howard Baker e serviu como Sargento de armas do Senado de 1981-1983.