Mulher de 106 anos é vacinada e espera que outros idosos façam o mesmo

Ela foi vacinada em Ohio, onde, segundo o governador do estado, Mike DeWine, cerca de 425 mil habitantes possuem mais de 80 anos

0
533
Mathilda Kolt fará 107 anos no dia 10 de fevereiro (Foto: Joe Pagonakis)
Mathilda Kolt fará 107 anos no dia 10 de fevereiro (Foto: Joe Pagonakis)

Mathilda Kolt fará 107 anos no dia 10 de fevereiro e recebeu a primeira dose da vacina contra a covid-19 no dia 16 de janeiro. Ela tem uma opinião firme sobre a importância de os idosos receberem o imunizante.

“A vacina, sim, acho que todo mundo deveria tomar se tiver a oportunidade. “Doeu meu outro braço, muito dolorido, a noite toda”, disse Kolt. “Isso é o que meu filho disse, melhor ter a dor do que pegar o vírus”, completou.

Ela foi vacinada em Ohio, onde, segundo o governador do estado, Mike DeWine, cerca de 425 mil habitantes possuem mais de 80 anos.

Kolt se mudou com sua família para o nordeste do estado em 1914 durante a primeira guerra mundial, mas disse que pela primeira vez se sentiu impedida de desfrutar das atividades que a mantêm ativa. “A pandemia me limitou. A coisa mais difícil para mim é estar no meu quarto constantemente”, disse ela. “Essa pandemia é a pior coisa que já aconteceu na minha vida”.

 Como uma das pessoas mais velhas a ser vacinada, Kolt não vê a hora de caminhar ao ar livre, o que ela revela ser um dos segredos da sua longevidade.

“Oh meu Deus, eu mal podia esperar até receber esta vacina. “Como eu diria obrigada aos médicos? Se eu tivesse a chance, eu os beijaria”, contou.