Biden assina pacote histórico de 1.9 tri em ajuda do governo

O pacote inclui a distribuição de cheques no valor de $1.400, extensão de seguro-desemprego, dinheiro para estados e municípios, incentivos para pequenas empresas, entre outras medidas

0
5163
Joe Biden assina pacote de $1.9 trilhão (Foto: REUTERS/Tom Brenner)
Joe Biden assina pacote de $1.9 trilhão (Foto: REUTERS/Tom Brenner)

O presidente Joe Biden assinou, na tarde desta quinta-feira (11), o pacote de $1.9 trilhão em ajuda financeira para pessoas que vivem nos Estados Unidos e foram impactadas pela pandemia da covid-19.

O pacote inclui a distribuição de cheques no valor de $1.400, extensão de seguro-desemprego, dinheiro para estados e municípios, incentivos para pequenas empresas, entre outras medidas.

Imigrantes indocumentados que não têm Social Security permanecem de fora dos pagamentos. Cônjuges e filhos de imigrantes, desde que tenham Social Security, são elegíveis para receber o dinheiro.

O que o pacote inclui:

– Envio de cheques de $1.400 por pessoa. Esse valor será entregue a indivíduos que ganharam até $75 mil na última declaração de imposto de renda; pais e mães solteiros que ganharam até $112.500 e casais que receberam até $150 mil em sua última declaração de imposto de renda.

– $300 por semana para beneficiários do seguro-desemprego até o dia 6 de setembro.

– $350 bilhões em investimentos em escolas e pequenas empresas.

– Aumento de 15% no food stamp até setembro.

– Ajuda para o pagamento de aluguel de famílias de baixa-renda.

– $350 bilhões para governos estaduais e municipais.

– Crédito fiscal para quem tem filhos. O governo fornecerá créditos sobre impostos para o cuidado de crianças no valor de $3,6 mil para menores de até 5 anos e $3 mil entre 6 e 17 anos.

– Vacinas, testes e rastreabilidade. Cerca de $15 bilhões serão destinados à vacinação, 50 bilhões para testes e rastreamento e 10 bilhões para produção de vacinas. O presidente espera que 100 milhões de doses de vacinas sejam administradas nos primeiros 100 dias de mandato.