PF desmonta rede de tráfico internacional de pessoas no Brasil

Operação em conjunto com o serviço de imigração dos EUA foi uma das maiores já realizadas no país

0
1863
A PF acredita que a quadrilha faturou mais de 10 milhões de dólares (Foto: Marcelo Camargo - Arquivo Agência Brasil)

Uma operação conjunta da Polícia Federal do Brasil e do serviço de imigração dos Estados Unidos (USCIS) desmontou em São Paulo uma rede que explorava o tráfico internacional de pessoas. A quadrilha operava um esquema de imigração ilegal para a América, especialmente de indocumentados de países como Afeganistão, Bangladesh, Índia, Nepal e Paquistão. A PF considera esta uma das maiores operações internacionais já realizadas no Brasil.

Ao todo são oito criminosos, que estavam sendo investigados há mais de um ano e, segundo informações, teriam faturado mais de 10 milhões de dólares desde 2014. Os imigrantes eram levados até a fronteira brasileira (no estado do Acre) com o Peru e prosseguiam por via terrestre até a fronteira do México com os Estados Unidos, sofrendo com os maus-tratos e as ameaças dos cartéis.

Entre os presos está Saifullah Manun, considerado o maior contrabandista de imigrantes do mundo. Os integrantes da rede vão responder pelos crimes de contrabando de imigrantes, lavagem de dinheiro e organização criminosa, com penas de três a dez anos de prisão.