Polícia prende três homens no Consulado do RJ com documentos falsos tentando obter visto

Funcionários da representação desconfiaram da documentação apresentada por três mineiros de Governador Valadares e chamaram a polícia

0
5504
Suspeitos presos no Rio usavam documentos falsos para conseguir visto americano — Foto Divulgação Polícia Civil
Suspeitos presos no Rio usavam documentos falsos para conseguir visto americano — Foto Divulgação Polícia Civil

A Polícia Civil do Rio de Janeiro prendeu na tarde de quinta-feira (6) três homens que tentavam obter o visto de entrada nos Estados Unidos com documentos falsos. Eles tinham comprovantes de renda forjados e apresentaram falsos vínculos com o Brasil. O homem que vendeu documentos falsos também foi preso. A ação, em flagrante, foi no Consulado dos Estados Unidos no Rio de Janeiro.

A polícia informou que funcionários do consulado desconfiaram da documentação apresentada pelos três, que são de Governador Valadares (MG), e acionaram a polícia. Agentes entraram na seção, confirmaram a fraude e deram voz de prisão aos três solicitantes.

José Carlos de Sousa, 32 anos; Francisco Dione Gonçalo, 24; e Diego Bartolomeu Assis, 22, admitiram à polícia que pagaram $13 mil dólares cada um para Merques Rosemberg de Carvalho, 29, providenciar os documentos.

Merques aguardava do lado de fora do consulado e não resistiu à prisão. Seu comparsa, identificado como Bruno Torres Ramos, conseguiu fugir. A dupla também é de Governador Valadares.

Entre os documentos apreendidos estavam: contracheques, declarações de Imposto de Renda, entre outros papéis falsos. Os homens admitiram que tinham a intenção de viver ilegalmente nos Estados Unidos.

Merques e Bruno trouxeram José, Francisco e Diego de Minas de carro para o Rio de Janeiro para que tentassem obter os vistos americanos de forma fraudulenta.

Os três solicitantes vão responder por uso de documento falso; Merques e o comparsa responderão pela falsificação do documentos.

Visto cada vez mais difícil

Todo turista brasileiro que deseja visitar os Estados Unidos precisa solicitar um visto. O processo inclui o preenchimento de um longo formulário e uma entrevista na seção consular. O solicitante deve comprovar ter meios de pagar pela viagem e indicar a intenção de retornar ao Brasil – o que os EUA chamam de “vínculos”.

Por essa razão, o Departamento de Imigração recomenda que o solicitante leve à entrevista cópias do contracheque e do extrato bancário, quando não cartas assinadas pela chefia no trabalho.

Na semana passada, o Departamento de Estado anunciou que vai exigir que todos os estrangeiros que buscam um visto para os Estados Unidos forneçam seu nome de usuário nas mídias sociais, além de seus endereços de e-mail e números de telefone. A exigência é a mais recente de uma série de medidas baixadas pelo governo Trump para aumentar a vigilância sobre quem entra nos Estados Unidos. A data para início da exigência não foi informada. (Com informações do G1)