Russos estocam lanches do McDonald’s e vendem combo de sanduíche por até $400

Rede de fast food dos EUA anunciou a suspensão temporária de suas operações no país semana passada, como parte das sanções pela invasão da Ucrânia

0
1680
Geladeira abarrotada de sanduíches do McDonald's na Rússia (foto: Reprodução/Reddit)

A retirada de todas franquias do McDonald’s da Rússia causou uma forte reação dos cidadãos. Imagens compartilhadas nas redes sociais  mostraram os habitantes de Moscou correndo para comprar lanches e refeições antes do fechamento da rede americana de fast food. Muitos deles estocaram centenas de sanduíches em casa. O diretor-executivo do McDonald’s, Chris Kempczinski, disse em comunicado oficial que era “impossível prever” quando a franquia voltaria a atender no país, em consequência da invasão da Ucrânia. Estima-se que cerca de 850 unidades foram suspensas. 

Aqueles que conseguiram guardar sanduíches e outros produtos da marca, agora veem uma oportunidade de ganhar dinheiro. No site de vendas russo Avito, os anúncios vão desde hambúrgueres e batatas fritas  à copos descartáveis e sachês de molhos . Todos com valores muito acima do praticado. Um usuário do site pede 100 mil rublos, cerca de $900 dólares por uma coleção de caixas vazias do McDonald’s. Outro, pede pede 47 mil rublos, pouco mais de $400 dólares por um combo com dois sanduíches, dois pacotes de batatas e uma torta. Na descrição, ele diz aceitar “um iPhone 13” em troca dos produtos.  Em condições normais, um Big Mac seria vendido em uma loja russa por cerca $1,50.

Apesar de não estar mais operando na Rússia, nem na Ucrânia, o McDonald’s disse que continuará pagando, temporariamente, os salários dos funcionários dos dois países.