Steve Jobs recebe mais alta honraria civil do EUA

Além do CEO da Apple, foram escolhidos também Denzel Washington e Simone Biles

0
395
Steve Jobs: Medalha Presidencial da Liberdade (Foto: Wikimedia Commons)
Steve Jobs: Medalha Presidencial da Liberdade (Foto: Wikimedia Commons)

O fundador da Apple, Steve Jobs, o ator Denzel Washington e a ginasta Simone Biles estão entre os 17 americanos que receberam do presidente Joe Biden a mais alta honraria civil dos Estados Unidos, a Medalha Presidencial da Liberdade, na quinta-feira (7).

A homenagem é destinada a pessoas que fizeram contribuições exemplares para a prosperidade, valores ou segurança do País, paz mundial ou outros empreendimentos sociais, públicos ou privados significativos.

“Esses 17 americanos demonstram o poder das possibilidades e encarnam a alma da nação — trabalho duro, perseverança e fé. Eles superaram obstáculos significativos para alcançar realizações nas artes e ciências, dedicaram suas vidas a defender os mais vulneráveis e agiram com bravura para impulsionar mudanças em suas comunidades e em todo o mundo, enquanto abrem trilhas para as próximas gerações”, explica o comunicado da Casa Branca.

Em homenagem póstuma, Steve Jobs merece destaque por “sua visão, imaginação e criatividade que levaram a invenções que mudaram e continuam a mudar a maneira como o mundo se comunica, além de transformar as indústrias de computadores, música, cinema e wireless”, segue a nota.

O ator Denzel Washington, duas vezes vencedor do Oscar; a jogadora de futebol Megan Rapino, ativista racial e dos direitos LGBTQIA+; a ginasta Simone Biles, a mais condecorada da história americana e defensora da saúde mental de atletas e vítimas de agressão sexual; o republicano John McCain, candidato à presidência em 2008, que morreu em 2018, será homenageado postumamente; e Gabrielle Giffords, que sobreviveu a um tiroteio e fez campanha por regulamentação rígida do uso de armas estão entre os agraciados.