Tite convoca Seleção Brasileira para amistosos

0
1864

O técnico Tite anunciou na quinta-feira (28) a convocação da seleção brasileira para os amistosos contra Panamá (no Porto) e República Tcheca (em Praga), nos dias 23 e 26 de março, respectivamente. As partidas servirão de testes para a disputa da Copa América de 2019, que será realizada no Brasil. A maior novidade da lista de Tite é o atacante Vinicius Junior, do Real Madrid. Com apenas 18 anos, ele recebe a primeira oportunidade na Seleção principal. Lucas Paquetá, do Milan, e Felipe Anderson, do West Ham, ganham chance no meio de campo.

A maior ausência, que já estava confirmada, é o atacante Neymar, do Paris-Saint Germain. O jogador, que sofreu uma fratura no quinto metatarso do pé direito, só deve voltar aos gramados em abril. A ideia é disputar as quartas de final da Liga dos Campeões, caso o PSG conquiste a classificação. O primeiro passo já foi dado, pois o time francês venceu por 2 a 0 o jogo de ida contra o Manchester United, fora de casa, pelas oitavas de final.

“Diferentemente da preparação para a Copa do Mundo, quando ele (Neymar) chegar na Copa América já vai ter jogado mais de quatro, cinco ou seis partidas. Até na Champions, se o Paris passar. Vai estar em melhores condições físicas do que foi para a Copa de 2018”, afirmou o preparador-físico da Seleção, Fábio Mahseredjian.

A seleção brasileira está no Grupo A da Copa América do Brasil, que conta também com Bolívia, Venezuela e Peru. A estreia do Brasil será no dia 14 de junho contra os bolivianos, no Morumbi. Na sequência, o time de Tite pega a equipe venezuelana em Salvador e encerra sua participação na primeira fase contra os peruanos na Arena Corinthians.

Confira a lista de convocados:

Goleiros:

  • Alisson (Liverpool)
  • Ederson (Manchester City)
  • Weverton (Palmeiras)

Laterais:

  • Daniel Alves (PSG)
  • Danilo (Manchester City)
  • Filipe Luís (Atlético de Madrid)
  • Alex Sandro (Juventus)

Zagueiros:

  • Marquinhos (PSG)
  • Miranda (Internazionale)
  • Thiago Silva (PSG)
  • Militão (Porto)

Meias:

  • Casemiro (Real Madrid)
  • Fabinho (Liverpool)
  • Arthur (Barcelona)
  • Allan (Napoli)
  • Paquetá (Milan)
  • Felipe Anderson (West Ham)
  • Coutinho (Barcelona)

Atacantes:

  • Everton (Grêmio)
  • Richarlison (Everton)
  • Vinicius Junior (Real Madrid)
  • Firmino (Liverpool)
  • Gabriel Jesus (Manchester City)

Atlético-MG empata com Defensor e avança à fase de grupos da Libertadores

O objetivo foi alcançado. O Atlético-MG está na fase de grupos da Libertadores. Não foi uma classificação do jeito que a torcida desejava. O time, sem muita inspiração, ficou no 0 a 0 com o Defensor-URU, na noite de quarta-feira (27), no Independência. O jogo de ida, em Montevidéu, terminou com vitória do Galo por 2 a 0. A partida desta quarta teve alguns momentos de tensão, principalmente na etapa final, com a expulsão de Zé Welison. Mas o Atlético-MG soube segurar a classificação sem grandes problemas.

Com a classificação, o Galo garantiu sua presença na Fase de Grupos da Copa Libertadores da América, ao lado de Cerro Porteño do Paraguai, Nacional do Uruguai e Zamora da Venezuela. Um grupo bem fácil para a equipe mineira se classificar. E a estreia da equipe será na quarta-feira de Cinzas (6) contra o Cerro Porteño. Antes, no sábado de Carnaval (2), enfrentará o Patrocinense pelo Campeonato Mineiro, torneio que vem liderando.

Cássio brilha nos pênaltis, e Corinthians elimina o Racing na Copa Sul-Americana

Na noite em que se transformou no segundo goleiro com mais jogos pelo Corinthians, Cássio teve mais uma atuação histórica, na quarta-feira (27), em Avellaneda. Depois do empate por 1 a 1 no tempo normal com o time praticamente reserva do Racing (só três titulares atuaram), mesmo resultado da partida em Itaquera, o goleiro pegou duas cobranças e garantiu a classificação do Timão para a segunda fase da Copa Sul-Americana. O adversário será decidido em sorteio da Conmebol.

O ex-palmeirense Cristaldo, aos 41 minutos do primeiro tempo, abriu o placar. Vagner Love entrou no segundo tempo no lugar de Clayson e logo aos cinco minutos empatou, com um golaço de voleio. Nos pênaltis, Cássio pegou a batida de Domínguez. O Timão poderia ter vencido antes, mas Danilo Avelar acertou a trave na última batida. Cássio, então, voltou a brilhar ao defender o chute de Solari, já nas cobranças alternadas.

Pelo Campeonato Paulista, o Corinthians volta a campo no sábado de Carnaval (2) para enfrentar o São Bento em Sorocaba. O Alvinegro paulista lidera o Grupo C do Paulistão com 13 pontos, mas está ameaçado por Ferroviária (12 pontos), Bragantino (10 pontos) e Mirassol, com 8 pontos.

Em noite de Ricardo Goulart, Palmeiras vence o Ituano e mantém liderança do Grupo B

O Palmeiras venceu o Ituano por 3 a 2 na noite de quarta-feira (27), em casa. Ricardo Goulart, em sua primeira oportunidade como titular do Verdão, foi o nome do jogo. O meia-atacante fez dois gols e ainda deu a assistência para Borja deixar sua marca após cinco partidas de jejum. O time do interior diminuiu com Serrato, em posição de impedimento, e Morato.

A vitória sobre o Ituano mantém o Palmeiras na liderança do Grupo B do Paulistão, agora com 18 pontos. O time do interior, por sua vez, segue em segundo no Grupo D, com 11 pontos, mas pode sair da zona de classificação ao final da rodada.

O jogo serviu para abrir a nona rodada do Campeonato Paulista, porque o Palmeiras vai se preparar durante o Carnaval para o jogo de abertura da Copa Libertadores da América contra o Junior de Barranquilla na Colômbia na quarta-feira de Cinzas (6). Além de Palmeiras e Junior, Melgar da Colômbia e San Lorenzo da Argentina integram o Grupo F da Copa Libertadores da América.

Santos dá vexame e se despede da Sul-Americana

O Santos vinha encantando seus torcedores e os amantes do futebol com um jogo fluente e incisivo. A chegada do técnico argentino Jorge Sampaoli instilou um novo ânimo aos jogadores e transformou o meiocampista Jean Mota em artilheiro do Campeonato Paulista, com 7 gols. Ironicamente, ele sozinho fez a mesma quantidfade de gols que os times do Palmeiras e do Corinthians nas oito primeiras rodadas do Paulistão.

Com essas credenciais, pouca gente duvidava da classificação do Alvinegro praiano para a próxima fase da Copa Sul-Americana. Ainda mais porque seu adversário era o inexpressivo River Plate do Uruguai e não seu homônimo argentino, atual campeão da Copa Libertadores da América.

Pois o inesperado aconteceu. Após o empatem em 0 a 0 em Montevidéu, a equipe uruguaia veio ao Brasil para o jogo de volta na terça-feria (26). Os dirigentes santistas escolheram o estádio do Pacaembu para receber os adversários. O bizarro foi ver o estádio vazio porque a equipe brasileira foi punida pela Conmebol (entidade que gere o futebol sul-americano) popr incidentes ocorridos durante a disputada da Copa Libertadoeres do ano passado.

O que seria apenas uma partida sem importância se transformou em pesadelo. Depois de um primeiro tempo no qual o ataque santista parou na retranca uruguaia, o segundo tempo trouxe más notícias. O atacante Mario da Luz recebeu um lançamento, escapou da marcação, dirblou o goleiro Vanderley e concluiu para o gol vazio, abrindo o plara para o River Plate do Uruguai. A partir daí, o técnico santista processou várias alteraçòes para tornar seu time mais ofensivo. No entanto, o gol de empate, anotado pelo venezuelano Soteldo, só surgiu aos 40 minutos da segunda etapa, dando poucas oportunidades para o Santos derrotar seu adversário. Conclusão: com dois empates a equipe brasileira ficou fora da competição pelo regulamento do torneio. O River Plate do Uruguai se classificou pelo critério de gol no campo do adversário.

O técnico Jorge Sampaoli lamentou a eliminação do Santos na Copa Sul-Americana após o empate por 1 a 1 com o River Plate-URU mas avisou que não vai mudar suas convicções no início de trabalho no clube. “A eliminação incomoda. Tínhamos a expectativa de passar. Defendemos uma ideia de jogar e propor o jogo, e hoje nos eliminou uma equipe que não propôs. Temos que saber que temos um estilo, e esse estilo não vai mudar por conta de uma eliminação”, disse Sampaoli.

Fora da Copa Sul-Americana, o Santos volta a campo no próximo sábado (2), contra o Oeste, no Pacaembu, pela nona rodada do Campeonato Paulista.

Diniz terá de buscar saídas para dificuldade do Fluminense contra retrancas

O Fluminense empatou sem gols com Antofagasta-CHI na terça-feira (26) jo jogo de ida da Copa Sul-Americana e escancarou sua dificuldade em derrotar equipes que adotam ferrolhos defensivos.

Das dez partidas em 2019 até aqui, o Fluminense ganhou seis, empatou duas e perdeu duas. Excetuando o empate na estreia com o Volta Redonda, os outros três jogos em que o Tricolor não saiu vencedor guardam semelhanças. Nas duas derrotas para o Vasco e no empate em 0 a 0 com Antofagasta-CHI, o time de Fernando Diniz apresentou dificuldades contra adversários que jogam muito fechados. Agora, o treinador precisará buscar soluções para que sua equipe consiga superar esta questão que já parece se tornar um problema crônico.

A equipe chilena veio para o Maracanã com uma proposta bem clara: se defender bem. Postada com duas linhas recuadas e muito próximas uma da outra e se defendendo com até nove jogadores, o time de Gerardo Ameli conseguiu dificultar a vida tricolor. Nas chances que criou, ou faltou capricho na finalização ou houve boas intervenções do goleiro rival, Fernando Hurtado.

O Flu deteve a bola praticamente durante todo o jogo – terminou com 76% de posse, contra 24% do adversário. No entanto, teve muita dificuldade de infiltrar nas linhas. Everaldo tentava quebrá-las no mano a mano, mas era muito marcado, enquanto Daniel era quem mais buscava superá-las com passes.

“Eles vieram com uma proposta de se defenderem e se defenderam bem. É sempre difícil produzir chances claras de gol contra um time que marca bem e em um espaço curto”, reconheceu Diniz.

O próximo compromisso do Fluminense é nesta sexta-feira (1), contra o Resende, pela 2ª rodada da Taça Rio. A partida será disputada em Moça Bonita. O Tricolor carioca decidirá a vaga contrao Antofagasta no Chile, no dia 21 de março.

Botafogo faz 3 a 0 sobre o Cuiabá e avança na Copa do Brasil

Depois de passar algum sufoco, o Botafogo conseguiu resistir e ainda saiu de campo com uma vitória por 3 a 0 sobre o Cuiabá, na quarta-feira (27), no Estádio Nilton Santos. Com dois gols de Erik e um de Pimpão, a torcida até gritou “olé” no fim, e o time garantiu a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil e o vencedor do confronto entre Juventude e América-MG é o próximo adversário na competição. A decisão ocorreu na quinta-feira (28) em Caxias do Sul.

O Botafogo volta suas atenções para o Campeonato Carioca. O time entra em campo sábado contra o Volta Redonda, no Estádio Raulino de Oliveira.

Outros jogos da Copa do Brasil

Na terça-feira (26), no choque dos Atléticos, melhor para o Atlético Goianiense que goleou o Atlético do Ceará por 4 a 0. Os outros dois classificados, na quarta-feira (27), só foram definidos após cobranças de pênaltis. Depois do empate em 2 a 2, o Vila Nova de Goiás derrotou a URT de Pato de Minas por 5 a 4 na série de penalidades máximas. Empate em 0 a 0 entre Foz do Iguaçu e Ceará forçou a disputa de pênaltis na qual o Vovô saiu-se melhor. Na próxima fase, o Ceará enfrentará o Corinthians.