Troféu Maria Lenk tem luta de Cielo para classificação

Disputa vai definir a seleção que representará o país nos Jogos Olímpicos Rio 2016

0
2578
Cesar Cielo foi medalha de ouro nos jogos de Pequim
Cesar Cielo foi medalha de ouro nos jogos de Pequim

A natação brasileira viverá nos próximos seis dias seu momento mais decisivo desde Londres 2012. A partir desta sexta-feira (15), o tradicional e importante Troféu Maria Lenk terá uma edição especial. Desta vez, a disputa nacional, que será realizada no Estádio Aquático do Parque Olímpico, no Rio, vai definir a seleção que representará o país nos Jogos Olímpicos Rio 2016, além de servir de evento-teste para a competição. A luta do campeão olímpico de Pequim 2008 Cesar Cielo pela classificação também será uma das atrações. O evento acontecerá desta sexta-feira até a próxima quarta.

Não fazem parte do programa os 50m peito, costas e borboleta, os 1500m feminino, os 800m masculino e as disputas de revezamento.

Quem fez o índice na primeira seletiva, o Torneio Open, em dezembro, tentará se firmar entre os dois classificados por prova. Muitos atletas, porém, ainda não alcançaram nenhuma marca para os Jogos e vão para o Troféu Maria Lenk no “tudo ou nada”. Este é o caso do maior nadador da história do país. Cesar Cielo, que não vive boa fase, tentará ressurgir e garantir a chance de brigar por sua quarta medalha olímpica (ele é dono de um ouro e dois bronzes). O atleta do Minas vai disputar os 100m livre na segunda e os 50m livre na quarta.

Outra atração da competição deste ano será a expressiva participação de atletas estrangeiros. Interessados principalmente na chance de nadar na piscina olímpica, 55 gringos de 11 países (Argentina, Canadá, Chile, China, Eslováquia, Finlândia, Japão, Paraguai, República Tcheca, Ucrânia e Uruguai) vão reforçar o Maria Lenk 2016. Entre os brasileiros serão 58 clubes, com 356 atletas e mais três nadadores paralímpicos: André Brasil, Carlos Farremberg e Phelipe Rodrigues.