Trump não se compromete com transição pacífica se perder eleição

Presidente já se negou a responder se aceitaria derrota em outra ocasião

0
799
Decisão do presidente foi mal recebida pela imprensa e pelos parlamentares (foto: wikimedia)
Decisão do presidente foi mal recebida pela imprensa e pelos parlamentares (foto: wikimedia)

DA REDAÇÃO – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, não se comprometeu a reconhecer derrota caso seu adversário democrata, Joe Biden, vença as eleições presidenciais deste ano. Biden lidera as pesquisas de intenção de voto, com 15% de vantagem à frente de Trump. 

Em entrevista concedida hoje à emissora Fox News, Trump minimizou as pesquisas, dizendo que são “falsas”, e se recusou a dizer que aceitará o resultado das eleições se sair perdedor.

“Eu tenho que ver”, disse Trump. “Eu tenho que ver. Não vou apenas dizer sim. Não vou dizer não e também não disse da última vez.” Na última semana, a ex-primeira-dama e ex-candidata à presidência dos Estados Unidos, Hilary Clinton, previu a recusa de Trump em respeitar a decisão das eleições. Adversária de Trump no pleito de 2016, a democrata acredita que o atual presidente criará dificuldades para sair da Casa Branca, mesmo se perder para Joe Biden.

“Acho que é um ponto legítimo de se levantar, caso ele perca, se vai embora quieto ou não”, afirmou Hillary em entrevista ao programa The Daily Show, do canal americano Comedy Central. “E temos que estar preparados para isso”, acrescentou a ex-senadora e ex-secretária de Estado em conversa com o apresentador e comediante Trevor Noah. 

Para Hillary, Trump questionará o resultado das eleições mantendo a linha de críticas ao voto por correio que tem adotado nos últimos meses. O presidente tem repetidamente questionado a possibilidade de uso maior das cédulas por correio por conta da pandemia do coronavírus, alegando temor de fraudes.