Trump Organization vai usar E-Verify para checar o status de seus trabalhadores

E-Verify é um sistema do governo para checar se o empregado está apto a trabalhar nos EUA; Trump é acusado de empregar dezenas de imigrantes indocumentados em suas empresas

0
2422
Empresas de Trump são acusadas de utilizar mão-de-obra de imigrante indocumentado
Empresas de Trump são acusadas de utilizar mão-de-obra de imigrante indocumentado

Depois da enxurrada de denúncias de que o presidente Donald Trump utiliza mão-de-obra de imigrantes indocumentados em seus hotéis, resorts e empresas, a Trump Organization informou que vai adotar o sistema E-Verify. O sistema é utilizado por empresas para verificar se o candidato à vaga está apto a trabalhar regularmente nos Estados Unidos.

Um advogado representando dezenas de empregados do Trump National Golf Club disse que a empresa do presidente demitiu dezenas de trabalhadores no dia 18 de janeiro. Segundo o advogado, muitos deles trabalharam para as organizações Trump por mais de uma década. De acordo com a AP, os contratantes sabiam na época que eles não tinham documentos.

Em comunicado, o vice-presidente da Trump Organization, Eric Trump, disse que lamentava que muitos empregados que apresentaram documentos falsos seriam demitidos. “Não temos escolha. Para mim, pessoalmente, tudo isso parte meu coração, mas estamos engajados em implementar o E-verify em todas as empresas do grupo que ainda não utilizam o sistema”, disse Eric.

Lançado em 1996, o E-Verify permite que empresários chequem a documentação de candidatos às vagas de emprego. O sistema checa se há alguma pendência no Departamento de Homeland Security e se o Social Security é verdadeiro.

Durante a campanha presidencial, Trump disse que este sistema deveria ser utilizado por todas as empresas americanas e enfatizou que suas empresas já usavam. (Com informações da AP).