2013: ICE anuncia os números de deportados

0
642

Recentemente, a divisão policial do Serviço de Imigração (ICE) anunciou os números de deportados referentes ao fim do ano fiscal 2013 mostrando que 98 por cento dos removidos atendiam a uma ou mais prioridades do órgão para que as leis fossem executadas. Estes números destacam o compromisso contínuo do ICE com a principal missão de execução de ordens de imigração: a apreensão de criminosos estrangeiros e de outros violadores das leis de imigração dentro dos Estados Unidos; e a detenção e a remoção de indivíduos apreendidos pelo ICE e pelo órgão de proteção das fronteiras (CBP) enquanto tentavam entrar ilegalmente nos Estados Unidos.

Este ano, como parte de um esforço para aprimorar a maneira para se recolher e divulgar estatísticas dos agentes da lei, o ICE também está divulgando onde os indivíduos foram apreendidos – um importante indicador que ajuda o ICE a assegurar que está operando de acordo com suas prioridades identificadas. Este formato construído com base em anos anteriores fornece detalhes específicos e mais clareza no que se refere às operações de execução das leis de imigração por parte do ICE.

“Os números do ano fiscal 2013 deixam claro que estamos executando as leis de nossa nação de maneira inteligente e efetiva, atendendo nossas prioridades ao nos concentrarmos nos criminosos condenados, ao mesmo tempo que continuamos a assegurar as fronteiras de nossa nação em parceira com o CBP”, disse o diretor John Sandweg. “Noventa e oito por cento daqueles que foram removidos no ano passado preenchiam pelo menos uma de nossas prioridades – um recorde alto e uma comprovação de que homens e mulheres do ICE estão ajudando a a implementar uma estratégia forte e focada na execução das leis de imigração.”

No ano fiscal 2013, o ICE efetuou um total de 368,644 remoções, das quais 235,093 foram feitas enquanto estavam tentando entrar ilegalmente nos Estados Unidos ou logo depois de terem entrado, e 133,551 foram feitas dentro dos Estados Unidos. Cerca de 60 por cento do total dos removidos pelo ICE haviam sido condenados previamente por ofensas criminais, e este número sobe para 82 por cento dos indivíduos removidos que estavam dentro dos EUA. Além dos criminosos condenados, as prioridades de execução das leis do órgão incluem aqueles apreendidos enquanto tentavam entrar ilegalmente nos Estados Unidos, ilegais que reentraram – indivíduos que retornaram para os EUA depois de terem sido removidos anteriormente pelo ICE – e fugitivos da imigração.