‘A Festinha’ cai no gosto da galera

0
541

Evento organizado por brasileiros em Miami é novo point de gente interessante

Gente bonita, música de qualidade e, o que é mais importante, uma propaganda boca a boca poderosa. Com estes ingredientes, um acontecimento que nasceu no sul da Flórida se tornou, em pouco tempo, assunto indispensável nas rodas de conversa e point das pessoas interessantes – brasileiros ou não – da nossa região. Estamos falando d’A Festinha, evento temático que caiu no gosto da galera em apenas duas edições… e todo mundo está ansioso pela próxima.

“O objetivo é fugir da mesmice. Apesar de Miami ser uma das cidades mais importantes do mundo, havia uma carência por festas deste tipo”, justifica Juliana Zanon, idealizadora da Festinha. Ela conta que o projeto surgiu há quase um ano, inspirado nas baladas que brasileiros estão acostumados a frequentar. “No nosso país, até aniversário de criança vira uma superprodução”, destaca a moça, que cresceu em New York e sabe bem o que é celebrar.

A primeira edição da Festinha teve como tema os Anos 80, com uma seleção musical escolhida basicamente pelos próprios participantes do evento, que enviaram sugestões pelo Facebook ou Twitter. Foi quase uma reunião de amigos e conhecidos, lembra Juliana. Já na segunda, houve um aumento de 400% no número de convidados, pois os os amigos dos amigos também fizeram questão de conhecer a celebração – e também pelo apoio do AcheiUSA. Mas, para tanto, precisaram se registrar na “Listinha”.

Pois é, para quem ainda não foi à Festinha, aí vai um toque: Este é o único código para fazer parte do evento. As pessoas precisam colocar o nominho na disputada Listinha. Fora isso, não há restrições. Podem vestir o que quiserem e dançarem de qualquer jeito e, é claro, se empolgar com tudo, ressalta Juliana. Na segunda edição da festa, na verdade uma after-party do show do Seu Jorge, em julho, foram mais de 1.800 registros no site www.afestinha.com.

A fórmula do sucesso é simples, ela admite, mas para que tudo se encaixasse perfeitamente, Juliana precisou maturar a ideia por vários meses e reunir as pessoas certas para tocar a produção. Por isso, o time formado pelo DJ Marcelo Magalhães, o graphic designer Mauro Santos e a especialista em mídia social Talita Pinheiro está jogando por música literalmente. Eles estão satisfeitos com a repercussão do evento, tanto que já expandiram a ideia para Vancouver.

Calma, o grupo avisou que já estão programadas outras quatro ‘festinhas’ para este ano, aqui em Miami, ligadas a quatro datas importantes. A primeira delas será já em setembro, com temática voltada à data da independência brasileira. As outras três acontecem nos meses seguintes, no Halloween (outubro), Thanksgiving (novembro) e Revéillon (dezembro). Quer mais detalhes? Registre-se na ‘listinha’ e aguarde notícias. Nós já estamos divulgando alguns teasers só para brincar com a imaginação da galera e deixar um gostinho de quero mais, brinca Juliana.