Abertura do Festival de Cinema Brasileiro reúne autoridades e atores consagrados

0
560

A ministra do Turismo, Marta Suplicy, marcou presença na abertura


Fotos: Jefferson Simizu – AcheiUSA


A abertura do 11º Festival de Cinema Brasileiro de Miami, que tradicionalmente abre suas portas em um cinema ao ar livre, aconteceu nesta sexta-feira (01/06), no South Seas Hotel, em Miami Beach. Diferente das últimas edições, com as exibições do longa e curta-metragem vencedores do prêmio de melhor filme pelo júri popular no ano anterior, o evento teve que cancelar as sessões e ser transferido para uma área coberta em função do mau tempo. A ministra do Turismo, Marta Suplicy, o Cônsul do Brasil em Miami, João Almino, e o representante da cidade de Miami, Jerry Libbin, marcaram o início do festival. “Eu tive o prazer de abrir este festival por dois anos, mas também tenho muita honra em poder passar este papel para Marta”, disse Almino.
Após uma breve apresentação das diretoras do festival, Adriana de Lucena Dutra, Cláudia Dutra e Viviane B. Spinelli, Marta recebeu das mãos de Libbin uma chave da cidade. “É um prazer poder contribuir para este evento, tão importante para a propagação da nossa cultura. Um país que faz cinema, é um país capaz de falar de si próprio e de sua história. Passamos por momentos difíceis nos anos 90, mas agora está tudo caminhando bem. Além da cultura, este festival é ideal para o turismo, com certeza minha Secretaria irá ajudar nas produções e fazer o que for necessário para divulgá-las”, explicou Marta.
Produzido pela Inffinito, o Brazilian Film Festival é a maior mostra competitiva de filmes brasileiros realizada fora do país e, portanto, a grande vitrine do cinema nacional no exterior. A expectativa é de que mais de 30 mil pessoas – entre latinos, brasileiros, turistas e americanos – assistam às exibições entre os dias 2 e 9 de junho. “Eu só tenho o que agraceder a Inffinito por trazer tantas pessoas à nossa cidade. A chuva pode ter atrapalhado o cinema ao ar livre, mas gostaria que todos soubessem que isso que está caindo hoje náo é chuva, mas sim gotas de sol”, brincou Libbin.
Na ocasião, as diretoras receberam uma Proclamação da cidade de Miami por trazer o primeiro festival de cinema brasileiro à cidade e por realiizar há onze anos um evento com tanta competência, organização e sucesso. Ney Latorraca, grande homenageado de 2007, José Wilker e Renato Martins também prestigiaram a festa.
Neste sábado, o festival dá a largada para sua mostra competiva, que acontece até o dia 8 de junho. O tradicional Colony Theatre exibirá cerca de 30 filmes, entre longas e curtas-metragens. Este ano, o festival exibe três longas inéditos: Inesquecível, de Paulo Sérgio de Almeida; Polaróides urbanas, de Miguel Falabella; Noel – Poeta da Vila, de Ricardo Van Steen. Uma mostra paralela digital, na Cinematheque de Miami Beach, também faz parte da programação.
Realizado desde 1997 pelo Grupo Inffinito, o festival recebeu, logo na segunda edição, apoio financeiro da Prefeitura de Miami Beach. Com o prestígio consolidado, o Brazilian Film Festival of Miami é hoje o único evento brasileiro inserido no calendário oficial da cidade.