Adolescentes saem feridos ao tentar comprar drogas em Boca Raton

0
1022

Três adolescentes tinham plano para comprar maconha neste domingo à noite com dinheiro falso, mas o traficante percebeu e atirou neles (em destaque, Anthony Proios, um dos comparsas do narcotraficante)

Eles usavam um scanner na Northwood University em West Palm Beach para imprimir $1,250 em dinheiro falso, e depois comprar um quarto de pound de maconha de um narcotraficante de Boca Raton, disse a polícia.

Mas o traficante de 19 anos, Thomas Fenech, reconheceu o dinheiro falso, pegou sua submetralhadora AK-47 e saiu de sua casa disparando 21 rajadas de tiros no Mustang preto e ferindo dois de seus ocupantes. Isto aconteceu por volta das 8h30 da noite deste domingo no estacionamento do apartamento de Fenech no bloco 300 da Northwest 19th Street.

John Addison e Andrew Hernandez, ambos de 18 anos, permanecem em estado crítico no Delray Medical Center. Addison foi atingido nas costas e Hernandez no rosto. O motorista, Tyler Doyle, também de 18 anos, sofreu ferimentos leves em consequência dos estilhaços de vidro.

A polícia disse que Fenech, cujo histórico criminal inclui duas prisões por porte de drogas no condado de Pinellas, estava com dois cúmplices: Anthony Proios e Jared Tuck, ambos de 18 anos de idade, que entraram este ano na Florida Atlantic University, universidade que fica a uma milha de distância. Todos os três foram presos na manhã desta terça-feira.

Hernandez fez o negócio rapidamente, e saiu com pressa do apartamento de Fenech no segundo andar. Não demorou muito para Fenech descobrir que havia sido enganado. “Proios começou a contar o dinheiro quando percebeu que era falso”, de acordo com o relatório policial. “Ele entregou as notas para Fenech, que ficou enfurecido.'”

Fenech correu para fora, disparou dois tiros para o ar e começou a atirar em direção ao Mustang, atingindo Hernandez, que estava no banco do passageiro, e Addison, que estava no banco traseiro. A polícia ainda está procurando pela arma.

Fenech voltou para casa na segunda-feira e disse aos policais que estava preparando o jantar quando ouviu os tiros e viu o Mustang acelerando. Disse não ter visto ninguém atirando. “Ele reconheceu as cédulas falsas e admitiu que vende maconha ocasionalmente em sua residência”, confirmou o relatório policial. Ele negou saber algo sobre a submetralhadora, disseram os detetives.

Tuck disse à polícia que ele e Proios quebraram a arma e jogaram na área de um matagal na Bee Line Highway perto de Riviera Beach. Os estudantes da FAU estão barrados do campus indefinidamente, confirmaram os diretores da universidade. A Northwood ainda não tomou medidas disciplinares contra Addison e Doyle.

Fenech é acusado de três tentativas de homicídio e de atirar num veículo com pessoas, e está na cadeia do condado de Palm Beach com a fiança estipulada em $150,000. Proios e Tuck foram acusados de desfazer-se de uma evidência física do crime e de cumplicidade e estão na cadeia do condado com a fiança estipulada em $70,000 para cada um.

A investigação, incluindo a falsificação de dinheiro, está em andamento, e a polícia disse que outras acusações podem ser acrescentadas aos falsificadores.