‘Amigos no Samba’ nasce com a benção de Antonio Adolfo

0
636

Grupo com características multiculturais já encanta o sul da Flórida com sua diversidade e a autêntica música brasileira

A Escola de Música Antonio Adolfo está comemorando três anos de atividades e, apesar do relativo curto espaço de tempo, o maestro já pode se orgulhar de ter visto nascer nas salas de aula em Hollywood (FL) um conjunto que começa a tocar profissionalmente no sul da Flórida. Trata-se do ‘Amigos no Samba’, que já se apresentou em locais e eventos tradicionais como o Van Dyke Cafe, em South Beach, e no SunTrust Festival de Las Olas, tocando a pura e autêntica música brasileira.

Algumas das marcas do grupo são o multiculturalismo e a diversidade de backgrounds de seus integrantes. Em comum entre eles, o talento musical esculpido pela didática eficiente de Antonio Adolfo, que assina os arranjos do repertório, inspirados no samba e no chorinho. As músicas do playlist incluem sucessos de – olha a multiplicidade aí de novo – Carmen Miranda, Pixinguinha, Tom Jobim , Chico Buarque, Ivone Lara, Maria Rita e Mart’nália.

“Tudo começou quase como uma brincadeira, mas começamos a ficar empolgados com o resultado. Hoje lamentamos não ter mais tempo para nos dedicarmos a esta paixão”, diz o violonista brasileiro Antonio Galvão. O caso dele é curioso, pois na década de 80 chegou a frequentar as aulas na Escola de Música Antonio Adolfo no Rio de Janeiro e só reencontrou o mestre aqui no sul da Flórida. A mulher dele, Daniela Galvão, é a vocalista do grupo e os filhos do casal costumam assistir ao ensaio.

Outra história interessante é do também brasileiro Ronaldo Valencia, do cavaquinho: Até iniciar nas aulas, há dois anos, ele jamais havia tocado o instrumento que hoje parece seu amigo inseparável de toda a vida. “Com um professor como Antonio Adolfo fica fácil”, elogia o médico praticante. Já Alex Mathieson, empresário americano com fortes ligações com o Brasil, é responsável – além de tocar magistralmente o violão – pela agenda do ‘Amigos’. “Infelizmente estamos recusando trabalho por falta de tempo”, afirmou.

Completam o grupo a flautista portorriquenha Elaine Romero, que é professora de uma escola pública, e o percussionista índio-americano Xiouxinho, um amante da música brasileira. Os seis se encontram religiosamente às quartas-feiras na Escola em Hollywood – pois é, todos continuam estudando, pois têm planos mais ambiciosos. O próximo passo é a elaboração de uma demo ou material promocional para, quem sabe, a gravação de um CD. “Isso é um dos projetos, mas por enquanto vamos tocando e cantando juntos porque está muito legal”, diz Daniela.

Para quem não quiser esperar o lançamento do trabalho para conferir o talento do grupo, os ‘Amigos no Samba’ vão se apresentar nos próximos sábados no Botequim Carioca, em Miami, a começar por este fim de semana (dia 18). Vale a pena! Mais informações sobre a Escola de Música estão disponíveis no site www.antonioadolfo.net ou pelo telefone (786) 566-1527.