Apagão brasileiro na Libertadores

0
722

Quatro times são eliminados da competição em noite desastrosa para o futebol do país

Nem o mais pessimista torcedor poderia imaginar o desfecho das oitavas de final da Taça Libertadores. Depois de vibrarem com a classificação dos cinco times do país na fase de grupos, os brasileiros agora seguem na competição apenas com o Santos. As outras quatro equipes – Cruzeiro, dono da melhor campanha da primeira fase, Internacional, Grêmio e Fluminense – foram derrotadas na rodada de quarta-feira e deram adeus à competição internacional.
A noite foi desastrosa para os brasileiros. Nem mesmo o Cruzeiro, franco favorito no duelo contra o Once Caldas e que havia ganho a primeira partida fora de casa, conseguiu escapar da maldição e foi derrotado impiedosamente em seus domínios por 2 a 0. O mesmo aconteceu com o Inter, que jogando em Porto Alegre, chegou a abrir o placar com um minuto de jogo, mas viu o Peñarol virar a partida.
Para o Grêmio, que saiu derrotado jogando no Olímpico na semana passada, a classificação era mesmo uma tarefa bem mais difícil – e acabou não acontecendo: o Universidad Católica venceu novamente, desta vez por 1 a 0. Já o Fluminense, que jogou contra o Libertad, podia até perder por um gol de diferença, mas o adversário não quis brincadeira e goleou por 3 a 0.
Resta apenas o Santos, que eliminou o América do México e terá pela frente o mesmo Once Caldas, algoz do Cruzeiro. Noite para ser esquecida pelos brasileiros, mas fica a lição para os times: especialmente na Libertadores, muitas vezes a garra e a catimba são mais efetivas do que a habilidade das estrelas da equipe.