Aprovada taxa de $10 mil para contratação de imigrantes sob lei H1-B

0
714

Emenda de Bernie Sanders prevê que renda seja revertida em bolsas de estudo para universitários

Da redação
Foi aprovada agora há pouco a emenda de autoria do senador Bernie Sanders (Independente- Vermont), que determina o aumento de $1,500 para $10 mil dólares a taxa de legalização de imigrantes profissionais, amparados pela lei H1-B. A medida foi aprovada por 59 votos contra 35.
A verba proveniente das contratações serão revertidas em um fundo de College Schoolarship Tuition. A justificativa de Sanders foi de que se “muitas vezes as empresas americanas têm que recorrer a profissionais de outros países é por falta de um sistema justo de incentivo à formação superior, no país”.
O fundo universitário será suportado também pelo governo federal e distribuirá bolsas no valor de $15 mil dólares, por ano, para americanos de classe média possam frequentar a faculdade.
A idéia de Sanders é, para cada profissional trazido de fora, um novo profissional seja formado no país.
O senador também argumentou que o excesso de mão-de-obra estrangeira tem decrescido a média salarial profissional do país e vem prejudicando a classe média norte-americana, que perdem seus postos de trabalho a cada dia.
O H1-B distribui, anualmente, mais de 60 mil vistos. O projeto de reforma prevê uma aumento nesta cota, “que passará a ter até 180 mil vistos”, segundo argumentou o senador independente.

Leia na íntegra o texto da Reforma Imigratória

Matérias Relacionadas
Mais três emendas à reforma serão votadas hoje

Reforma pode agregar o plano Dream Act

Senado mantêm o Guest Worker Program