Artigo: Intoxicação alimentar na Flórida

0
1299

Neste artigo, o advogado Glenn Goldman, do Escritório de Advocacia da Goldman & Daszkal, PA, aborda algumas questões importantes:

Salmonela e listeriose

De acordo com a WebMD, a cada ano são relatados nos Estados Unidos aproximadamente 40 mil casos de intoxicação alimentar por salmonela. Também se supõe que muitos casos mais leves não são diagnosticados ou notificados. Por isso, o número real de casos de intoxicação alimentar por salmonela pode ser 30 ou mais vezes maior. Crianças pequenas, idosos e pessoas com sistema imunológico comprometido devem ser especialmente cautelosos com relação à intoxicação alimentar por salmonela, uma vez que estão mais suscetíveis a contrair infecções mais graves.

Recentemente, melões foram recolhidos devido à listeriose, uma forma rara de intoxicação alimentar. Menos comum do que a salmonela, nos Estados Unidos, aproximadamente 2.500 pessoas tornam-se gravemente doentes a partir de listeriose por ano. A listeriose afeta principalmente mulheres grávidas, recém-nascidos, idosos e adultos com comprometimento do sistema imunológico. A listeriose pode ser mais assustadora para as mulheres grávidas, pois pode causar um aborto espontâneo, nascimento prematuro, infecção grave no recém-nascido, ou mesmo natimorto (o nascimento de uma criança morta). Os bebês podem nascer com listeriose, caso suas mães tenham comido alimentos contaminados durante a gravidez. Ambas, salmonela e listeriose, apresentam sintomas parecidos com os da gripe. Se você suspeitar que tem um caso grave de intoxicação alimentar, entre em contato com o seu médico imediatamente.

A intoxicação alimentar e a lei

Muitas vezes, é difícil provar a responsabilidade em casos de intoxicação alimentar por causa de uma série de possíveis circunstâncias atenuantes. É importante tentar determinar a fonte exata da intoxicação alimentar, o tipo de intoxicação alimentar, e a extensão da intoxicação alimentar. É necessário ter sofrido danos para processar uma empresa por intoxicação alimentar. Isto significa ter sido submetido a um tratamento médico e ter sofrido perda salarial por ter faltado ao trabalho devido à sua doença. Além disso, se o responsável pela contaminação foi particularmente descuidado, você também poderá obter danos punitivos. Deve-se notar que uma dor de estômago que tem a duração de uma hora ou um pouco mais não será suficiente para justificar a entrada de uma ação por danos. A documentação, que não seja seus próprios registros médicos, é muitas vezes difícil de produzir. No entanto, um advogado experiente em danos pessoais pode ajudar você a provar a origem da intoxicação alimentar ou a determinar a fonte mais provável com o uso de peritos no assunto.

A intoxicação alimentar na mídia

Ultimamente, tem havido uma série de alimentos recolhidos na Flórida. Mais especificamente melão, salada ensacada, espinafre e frozen egg product (um produto líquido à base de clara de ovo e outras vitaminas, geralmente usado como substituto de ovo) figuram no topo. No dia 27 de outubro de 2011, a American Egg Products da marca Blackshear, que distribui e vende caixas de cinco libras de frozen egg product a fabricantes de alimentos da Geórgia e da Flórida, recolheu caixas desse produto com o seguinte numeração Lot # 272-1. Essa numeração pode ser encontrada impressa nas embalagens no lado de cada caixa de cinco libras e também em relevo nas embalagens individuais. Em relação ao recolhimento desse produto, no início deste mês, foi detectada salmonela através de um laboratório que fazia uma amostragem rotineira.

Artigo escrito pelo Escritório de Advocacia de Goldman & Daszkal, PA
(954) 428-9333 www.goldmandaszkal.com