Artista miamense com toque de Brasil

0
736

Tatiana Suarez foi uma das escolhidas pela Reebok para sua coleção artística

Se você ver em lojas esportivas tênis Reebok cool, com desenhos e pinturas personalizadas, preste bastante atenção. Alguns dos modelos da coleção foram criados por Tatiana Suarez, uma artista de Miami, que é filha de um salvadorenho com uma brasileira nascida em Minas Gerais.

A artista de apenas 30 anos de idade sempre se viu como artista plástica. “Fiz um curso de graphic designer, mas nunca trabalhei com isto”, justificou-se. Também pudera. A moça cria uma arte instigante com pinturas que lembram a arte psicodélica com muita cor e temas e figuras que fazem o apreciador de artes pensar.

Depois de expor em diversas galerias, Tatiana está expandindo o alcance de sua arte. “Comecei a pintar murais e agora estou fazendo trabalhos artísticos em roupas e calçados. Algo diferente para mim, mas bem interessante”, comentou a jovem artista.

A Reebok está fazendo uma campanha de marketing na linha daquela desenvolvida pela vodka Absolut, onde artistas de todo o mundo criavam rótulos para a bebida que se transformou num sucesso de vendas e marketing. Um dos artistas que criou rótulos para a Absolut foi Romero Britto, hoje um ícone da arte moderna em Miami e no mundo. Dentro desta linha, jovens artistas foram selecionados para criar modelos de tênis Reebok.

O lançamento da coleção da Reebok com os tênis criados pelos artistas “e por Tatiana também “está marcado para o sábado, dia 27 de julho, na loja Cool J’s, situada no 811 NW 183rd Street, em Miami Gardens.

É uma oportunidade única para ver calçados criativos e, de quebra, conhecer de perto os criadores de uma arte que vem ganhando força. Tatiana Suarez já avisou que estará no loja entre 4 e 6pm para autografar os modelos adquiridos pelos clientes. Parafraseando Milton Nascimento, todo artista tem de ir aonde o povo está. E nada mais lógico do que esta alternativa porque o consumidor circula com roupas e calçados artísticos e todos podem vê-los como se fosse uma galeria ambulante. Cool!