Até Lula é contra chapa ‘puro-sangue’ no PSDB

0
524

Presidente teria aconselhado Aécio a concorrer ao Senado

Há poucos dias, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso rejeitou a ideia de formação de uma chapa ‘puro-sangue’ do PSDB para disputar a sucessão presidencial em 2010. Como o partido tem dois pré-candidatos fortes na corrida, há boatos de que o governador de Minas Gerais, Aécio Neves, poderia ser vice do colega paulista, José Serra. Mas a possibilidade preocupa até o presidente da República: Luiz Inácio Lula da Silva estaria se empenhado em evitar a dobradinha tucana e, numa conversa com Aécio, chegou a aconselhar o mineiro a “esperar a sua vez”.

De acordo com fontes ligadas ao Palácio do Planalto, Lula disse para o governador de Minas que não valeria a pena se acorrentar ao futuro de Serra e sugeriu que ele entra na disputa por uma vaga no Senado. E mais: o presidente, como se fosse um cacique do PSDB, indicou o nome de Itamar Franco (PPS) para compor a chapa dos Tucanos. Lula não esconde de ninguém que o cenário dos seus sonhos inclui Aécio fora da chapa de Serra (para possível união de forças em 2014), Henrique Meirelles (PMDB) como vice de Dilma Rousseff, a candidata do governo, e ainda Ciro Gomes concorrendo em São Paulo.

Voltando a Fernando Henrique, ele considera precipitado lançar o candidato do partido. “O PT errou de estratégia ao anunciar o nome de Dilma à sucessão. O que aconteceu? Ela não está crescendo, até caiu. Por que vamos arriscar?”, indagou FHC.