Histórico

Aumenta segurança nos EUA com proximidade de 11 de setembro

Possível ataque a New York foi ventilado no último sábado mas autoridades afirmam que ‘ameaça não foi confirmada’

Da redação
A proximidade da data 11 de setembro já provoca um estado de alerta nos Estados Unidos, que vem reforçando ainda mais a vigilância nos principais postos de entradas do país. A principal preocupação, entretanto, é com a cidade de New York que teme a possibilidade de novos ataques.
A preocupação aumentou no último sábado, com a publicação, via internet, de possíveis ataques de militantes islâmicos contra a “big apple”.
Em toda Manhattan policiais circulavam pelas ruas com detectores de material radiativo, vasculhando os carros nas pontes e túneis da cidade.
“Estas ações são como aquelas que a Polícia de Nova York faz todos os dias – precauções contra ameaças potenciais, porém não confirmadas que poderão não se materializar”, disse o prefeito Michael Bloomberg, reafirmando que as medidas de precaução são rotineiras nessa época do ano, desde 2001.
A ameaça de sábado foi divulgada na página Debka.com, reportando possíveis trechos de comunicação entre grupos militantes do Al-Qaeda. As mensagens citavam atques com ‘caminhões carregados com material radioativo, contra a maior cidade dos Estados Unidos e no centro financeiro’. As cidades de Miami e Los Angeles também estavam entre os potenciais alvos.

Matérias relacionadas
Chertoff garante que aperto sobre imigrantes continua

Está mais difícil para imigrante trabalhar nos EUA, diz estudo do BID

Suprema Corte de Miami suspende deportação de pais “indocumentadas”

Líderes comunitarios da Flórida pedem ID para ilegais

Baixe nosso aplicativo