Autor do massacre de Aurora vai à corte nesta segunda-feira

0
652

James Holmes passou o final de semana detido e aguarda decisão judicial

O acusado de assassinar 12 espectadores durante a estreia do último filme da série de Batman na sexta-feira (20) em Aurora, Colorado, deve comparecer pela primeira vez à corte nesta segunda-feira (23), uma apresentação muito aguardada para começar a definir os motivos do violento ataque.

James Holmes, de 24 anos, foi detido sem oferecer resistência no estacionamento do cinema, após ter disparado contra o público de The Dark Knight Rises, matando 12 pessoas, entre elas uma menina de seis anos, e ferindo outras 58.

Vestido com uma fantasia de corpo inteiro, o atacante teria matado mais pessoas se uma de suas armas não tivesse engripado, conforme informou o jornal The Washington Post.

O arsenal do atacante incluía mais de 3.000 cartuchos de munições para um rifle de assalto, 3.000 cartuchos para duas pistolas Glock, e 300 para uma escopeta, relatou a polícia.

Especialistas precisaram desarmar no sábado (21) os explosivos colocados em seu apartamento que teriam matado quem entrasse na residência, segundo a polícia.

Os debates sobre a posse de armas nos Estados Unidos ressurgiram após o massacre, ao saberem que Holmes comprou seu arsenal legalmente.

No domingo (22), o presidente dos Estados Unidos Barack Obama visitou os familiares dos falecidos em Aurora, a 32 km de Columbine, onde em 1999 dois estudantes abriram fogo em sua escola matando 13 pessoas antes de se suicidar.

Essa matança gerou grande consternação nos Estados Unidos, mas não teve nenhuma consequência na legislação sobre a posse de armas, que está respaldada pela Constituição.

Durante sua visita, Obama se reuniu com os familiares das vítimas, a quem ofereceu solidariedade e confessou que as palavras são sempre inadequadas neste tipo de situação.

Tanto Obama como seu rival nas eleições de novembre, o republicano Mitt Romney, foram desafiados abertamente pelo prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, a discutir o assunto e controlar o comércio de armas.

Por sua vez, a polícia disse ter encontrado um computador que pertencia ao estudante de pós-graduação, o que pode ajudar na investigação.

O computador foi encontrado no apartamento de Holmes, ao qual a polícia entrou na noite de sábado após desativar os explosivos que haviam sido colocados em seu interior pelo autor dos disparos.

Dan Oates, chefe da polícia de Aurora, disse à rede CBS que o computador será examinado detalhadamente com a ajuda do FBI, o Bureau Federal de Investigação. Pode levar tempo, mas acreditamos que nos dê importantes informações, acrescentou.

Claramente parece um indivíduo desequilibrado, afirmou o comissário da polícia de Nova York, Raymond Kelly, ao comentar que, para efetuar o ataque, Holmes havia pintado o cabelo de vermelho e estava disfar¬çado como Curinga, o arqui-inimigo de Batman.

No entanto, embora não tenha sido revelado o que motivou Holmes a cometer este ato, ele não tinha nenhum antecedente criminal.