Autoridades do México encontram 327 imigrantes presos em condições ‘subumanas’ perto da fronteira

Os agentes não especificaram as nacionalidades dos imigrantes, que contrataram coiotes para atravessar ilegalmente a fronteira

0
1469
Imigrantes são resgatados em condições precárias perto da fronteira (Foto Instituto Nacional de Migração do México)

Agentes de imigração do México encontraram 327 estrangeiros presos em condições ‘subumanas’ em um galpão perto da fronteira com os Estados Unidos.  Entre os resgatados, estavam 120 crianças. As autoridades mexicanas não especificaram as nacionalidades dos imigrantes.

A casa fica na cidade de Cadereyta e foi localizada após alguns imigrantes irem a um hospital da região para visitar um paciente internado.

“Os 327 migrantes estrangeiros ficaram sem água e comida e em condições subumanas, amontoados, vulneráveis e em condições anti-higiênicas, que colocam suas vidas em risco”, informou o governo mexicano em um comunicado.

Cadereyta é uma cidade a cerca de próxima a Monterrey e a menos de 100 milhas da fronteira com os Estados Unidos, em uma rota de migrantes por ser uma das mais curtas através do México.

A maior parte dos migrantes que atravessam o país são da América Central e têm como destino os EUA. Mas autoridades de imigração mexicanas geralmente deportam os detidos.

A descoberta ocorre enquanto duas caravanas, com algumas centenas de pessoas, avançam em Chiapas, estado no sul do México. Os grupos percorrem a rodovia tentando contornar as operações da Guarda Nacional para detê-los.

Fugindo da violência e da pobreza em seus países, os centro-americanos tentam chegar aos EUA em busca de refúgio. Mas o governo mexicano destacou mais de 27 mil guardas nacionais e militares para conter a migração ilegal pelo país. (Com informações da France Press)