Aviões da Azul chegam ao aeroporto de Fort Lauderdale na próxima semana

0
1755

Governo americano deu o aval que faltava para o início das operações da empresa brasileira

Vai ficar mais fácil e mais barato viajar para o Brasil. O governo americano deu o aval que faltava para a empresa brasileira Azul Linhas Aéreas começar a operar entre Fort Lauderdale (FL) e Campinas (SP), já no próximo dia 2 de dezembro. A partir do dia 15, começam os voos entre Orlando (FL) e Campinas.

A chegada da Azul à Flórida é vista como o início da expansão internacional da empresa que pretende chegar a outros aeroportos americanos em 2015. “Estamos muito felizes em poder oferecer nossos serviços aos consumidores além das fronteiras brasileiras”, disse o fundador da empresa, David Neeleman. Ele foi também o fundador da JetBlue em 1998. A empresa é hoje líder em voos saindo de Fort Lauderdale com 20.6% dos passageiros.

Desde setembro a Azul Linhas Aéreas já havia começado a vender passagens para voos de Campinas a Fort Lauderdale. O preço anunciado naquele mês era de R$1.500 (cerca de $700) pelo bilhete de ida e volta para algumas datas na baixa estação. Em novembro o valor mínimo da passagem estava cotado em $888, incluindo as taxas.

O valor é bem menor do que os voos oferecidos pelas demais companhias aéreas para os mesmos destinos. A TAM, por exemplo, estava anunciando bilhetes a partir de R$ 2.925 ($1279) na mesma época.

A companhia vai oferecer dois voos diários do aeroporto Viracopos, em Campinas. Mais sobre os voos da Azul no site da companhia: www.voeazul.com.br.

De acordo com a empresa o voo (sem escala) sairá de Fort Lauderdale às 7pm chegando em Campinas às 6:20am. O retorno será de Campinas às 11:27pm com chegada pela manhã em Fort Lauderdale.

O voo saindo de Orlando (FL), sem escala, sairá às 7:45pm chegando em Campinas (SP) às 7:35am. O retorno está marcado para às 11:04am chegando em Orlando no mesmo dias às 5:10pm.

Aeroporto de Fort Lauderdale
Recentemente o Aeroporto Internacional de Fort Lauderdale passou por uma reforma que custou quase um bilhão de dólares. A empresa de aviação aérea comercial no Brasil, a Azul, deve ser a primeira empresa brasileira a operar na nova pista a partir de dezembro.

A nova da pista que a Azul vai utilizar para seus aviões é parte do projeto total de melhorias no aeroporto. Todas as obras só devem ser concluídas em 2018. Com a nova pista, o número de voos (aterrissagens e decolagens) do aeroporto vai passar para 425 mil por ano. Em 2013, 23.5 milhões de pessoas passaram pelo aeroporto.

Por dia, o aeroporto recebe 700 voos de trinta companhias.