Banco controlará bens do milionário desaparecido

0
823

Justiça da Flórida concede direito a um banco de controlar financeiramente os bens do brasileiro Guma Aguiar, desaparecido no mar em 19 de junho

Joselina Reis

Guma AguiarA Justiça da Flórida concedeu o controle da fortuna do milionário brasileiro, Guma Aguiar, 35 anos, avaliada em 100 milhões de dólares, ao Northern Trust Bank. O empresário desapareceu no dia 19 de junho durante um passeio de barco na área de Fort Lauderdale. Mesmo antes das 48 horas de buscas pelo milionário serem suspensas, Ellen Aguiar e Jamie Aguiar, respectivamente mãe e esposa, começaram uma batalha judicial para saber quem a Justiça determinaria como controladora dos bens do empresário.

O encontro das duas na corte do condado de Broward foi realizado nesta quinta-feira (28) à tarde. O advogado da mãe de Aguiar, Richard Baron, disse que a sugestão de dar o controle dos bens a um banco foi da própria Ellen. Segundo Baron, o banco vai ficar responsável por controlar os bens do empresário por pelo menos 25 anos, até que todos os herdeiros atinjam a maioridade.

A esposa de Aguiar tentou barrar o pedido de Ellen Aguiar na corte, mas não teve sucesso. A mãe alegou ação imediata para proteger os bens da família e ter condições de honrar com compromissos como contas e pagamento de funcionários.

Richard Baron negou as acusações de Jamie Aguiar de que Ellen estaria tentando conseguir dinheiro com o desaparecimento do filho. Ela tem muitos investimentos e nunca viveu às custas do filho, enfatizou. Ele disse ainda que a família continua esperançosa pelo retorno de Guma, mas infelizmente as chances de encontrá-lo com vida ficam cada dia menores. Eu não acredito que ele esteja vivo, lamentou.

Como foi o caso

O milionário brasileiro Guma Aguiar, 35 anos, desapareceu na costa da Flórida no último dia 19 de junho à noite enquanto navegava em um dos seus barcos. A polícia de Fort Lauderdale fez buscas no mar e em terra, inclusive usando um helicóptero, por 48 horas, mas nada foi encontrado. Na mesma noite que ele desapareceu as condições meteorológicas da região não eram favoráveis para uma embarcação pequena.

O barco foi encontrado durante a madrugada de quarta-feira (20) com as luzes acesas e vazio. Apenas uma barra de ligação entre os dois motores estava quebrada. A embarcação foi levada pela polícia e as últimas informações eram que ele ainda continuava em um depósito do condado de Broward para perícia. O objetivo era investigar o GPS e identificar uma possível rota de Aguiar durante o passeio noturno.

Aguiar, que nasceu no Brasil, mas cresceu entre Estados Unidos e Israel, fez fortuna com gás natural e petróleo. Ele também é muito conhecido na comunidade israelense por seu trabalho filantrópico. Desde 2009 é patrocinador da liga israelense de futebol, Beitar Jerusalém e, ano passado, teria comprado parte do time de basquetebol, Hapoel Jerusalém. Ele também investiu U$8 milhões em uma organização para ajudar judeus a voltarem para Israel.