Banco do Brasil lucra R$ 9,2 bilhões até setembro de 2011

0
461

Lucro acumulado em nove meses é recorde

O resultado do Banco do Brasil, nos nove primeiros meses de 2011, registrou lucro líquido recorde de R$ 9,2 bilhões, resultado 18,9% maior do que o apurado no mesmo período de 2010. Esse desempenho corresponde a retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio (RSPL) de 23,5%. No terceiro trimestre, o resultado líquido foi de R$ 2,9 bilhões, apresentando evolução de 11,2% sobre o mesmo período de 2010.

Em nove meses o resultado recorrente alcançou R$ 8,7 bilhões e retorno anualizado sobre o patrimônio líquido médio recorrente (RSPL) de 22,4%, crescimento de 25,4% sobre o mesmo período do ano anterior.

A carteira de crédito em conceito ampliado, que inclui garantias prestadas e os títulos e valores mobiliários privados, atingiu R$ 441,6 bilhões em setembro de 2011, crescimento de 4,5% no trimestre e de 21,0% em 12 meses.

O BB alcançou R$ 949,8 bilhões em ativos totais, evolução de 19,2% em relação a setembro de 2010 e de 5,0% sobre junho de 2011, permanecendo na liderança em ativos na América Latina. O Patrimônio Líquido alcançou R$ 56,7 bilhões em setembro de 2011, representando crescimento de 17,7% sobre setembro de 2010.

Neste trimestre o Banco do Brasil manteve a política de remuneração aos acionistas de 40% do lucro líquido (payout). Foram destinados R$ 796 milhões na forma de juros sobre capital próprio (JCP) e R$ 361 milhões em dividendos.

Os principais pontos deste bom resultado foram:

A carteira de crédito do BB de R$ 441,6 bilhões, que cresceu 21% nos últimos 12 meses

As receitas de intermediação financeira totalizaram R$ 30,3 bilhões no trimestre, 42,8% superior às do mesmo período do ano anterior

Crédito à Pessoa Física supera a marca de R$ 125,8 bilhões
Crédito Imobiliário apresenta crescimento robusto
Crédito à Pessoa Jurídica atinge R$ 199,1 bilhões
Maior financiador do agronegócio brasileiro: carteira alcança R$ 83,8 bilhões
BB confirma sua liderança histórica no Comércio Exterior
Inadimplência permanece com índices inferiores ao verificado no SFN
Captações totais alcançam R$ 614,2 bilhões
BB expande seu faturamento com cartões

E os Pacotes Bônus Ambiental já beneficiam mais de 590 mil clientes, representando o repasse de aproximadamente R$ 1,2 milhão às iniciativas de conservação ambiental do Programa Água Brasil, até o final do mês de setembro.

A oferta de produtos e serviços com atributos socioambientais, além de beneficiar os clientes com isenção de juros por dez dias no cheque especial, reforça a missão do Banco do Brasil em contribuir para o desenvolvimento sustentável do País.