BASQUETEBOL: Miami Heat quer melhorar defesa

0
523

Mesmo ganhando do Suns na segunda-feira (5), o Miami Heat não deve baixar a guarda. O técnico Erick Spoelstra já fala em fazer melhorias na defesa do time. Acostumado a ter muitos pontos à frente do seu adversário, o Heat viu sua defesa suar no último jogo para manter-se à frente. A resposta é bem simples, estamos errando, resumiu Chris Bosh, cujos 40 pontos contra Denver ajudou no placar e fez diminuir a margem de erros da defesa. O time ganhou, mas foi apertado, 119 contra 116.

Antes do jogo de segunda-feira (5), o técnico Spoelstra disse que nada poderia dizer de novo ao time. Eles já sabem o que fazer, agora nós temos que falar menos e fazer mais, criticou. Ele afirmou que o treinamento está em boa fase e tentou impulsionar o time afirmando que ação é a única saída. Do jeito que está não vamos a lugar algum, finalizou.

As coisas começaram a apertar para o time de Miami depois que a atuação da defesa dos cinco rapazes foi listada em último lugar pela NBA, no dia 5 de novembro. O Heat ficou com 1.022 pontos em posse de bola nos primeiros três jogos da nova temporada. O número é bem abaixo da média e foi considerado “terrível” pelos especialistas em basquete. Enquando o Heat amarga 1.022 seus oponentes estavam na casa dos 41.7.

“Eu sei que nós ganhamos dois dos três jogos dessa temporada, mas não do jeito que estávamos acostumados a fazer”, confessou o LeBron James. Ele criticou o próprio desempenho do grupo dizendo que, ultimamente, ele e os colegas estariam fazendo tudo ao contrário do que faziam nos tempos de glória.

De acordo com a avaliação feita pelos especialistas da NBA, a defesa do time reagiu lentamente nos três primeiros jogos. Pelos números, em 75% do tempo de jogo os arremessadores estavam sozinhos, ou com pouco defesa nos momentos de arremesso da bola. Os adversários perceberam e agiram rápido, fazendo que 50% do tempo deles em posse de bola fosse usado para arremessos.