BB busca novo patrocínio e vê planejamento prejudicado por crise

0
585

Da redação comUOL- O ano de 2013 começou mal para a Confederação Brasileira de Basquete (CBB). A entidade tem enfrentado problemas financeiros desde que a estatal Eletrobrás reduziu o apoio dado aos atletas. O grupo, que se prepara para os Jogos do Rio-2016, já busca uma nova empresa para ser sua principal patrocinadora para os próximos anos.

A Eletrobrás foi responsável por uma verba de R$ 13 milhões por ano à CBB nas últimas duas temporadas. A expectativa é que uma nova estatal assuma o posto, já que o Governo Federal se comprometeu publicamente a ajudar na busca por um novo apoio para o basquete nacional.

A indefinição sobre as verbas tem afetado diretamente a programação das seleções para 2013. Em dezembro, a CBB anunciou calendário com diversas competições para as equipes principais e de base, mas o planejamento pode ser alterado devido à falta de dinheiro para a execução dos planos. “Eu fiz todo um planejamento, ele está pronto, mas ainda não sei se teremos dinheiro para executá-lo”, lamentou a ex-jogadora Hortência, diretora de seleções femininas que se preparam para ir a Europa.

Sem o dinheiro da Eletrobrás, a CBB espera receber em breve o apoio financeiro do Ministério do Esporte através do Plano Brasil Medalhas 2016, que ajudará as equipes adultas e sub-19 visando os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. De acordo com Hortência, a verba ainda não chegou aos cofres da entidade.