Beija-Flor de Nilópolis é a campeã do carnaval do Rio pela 13ª vez na história

0
1073

Beija-Flor de Nilópolis é a campeã do carnaval do Rio pela 13ª vez na história

A Beija-Flor de Nilópolis, com seu enredo de exaltação da cultura e da alma africana, venceu o carnaval carioca, superando a polêmica do apoio recebido da Guiné Equatorial – país que vive sob ditadura e que foi homenageado no desfile. Terceira escola a entrar na Sapucaí na segunda-feira (16), segunda noite do Grupo Especial do Rio, a azul-e-branca da Baixada Fluminense conquistou nesta quarta-feira (18) seu 13º título, com apenas um décimo perdido na apuração.

“Sentimento é de dever cumprido”, comemorou o intérprete Neguinho da Beija-Flor. Na quadra lotada, com gritos de “A campeã voltou”, a torcida comemorou o título que não era conquistado desde 2011. Os outros campeonatos vencidos foram em 1763 ,1977, 1978, 1980, 1983, 1998, 2003, 2004, 2005, 2007 e 2008.

Laíla, diretor da comissão de carnaval a Beija-Flor, desabafou, aos prantos: ” A gente está sempre buscando fazer o melhor para a escola de samba. Eu amo a minha escola, mas o enredo foi tão questionado, até mesmo dentro da escola. Me questionaram muito”.

Seis escolas voltam à Sapucaí neste sábado (21) para o Desfile das Campeãs. A ordem é inversa à da colocação. A sexta colocada, Imperatriz, abre a festa, seguida de Portela (5ª), Unidos da Tijuca (4ª), Grande Rio (3ª) e Salgueiro (2ª), fechando com a campeã Beija-Flor.

Vai-Vai é a campeã do carnaval de São Paulo
Com enredo que contou a história da cantora Elis Regina, a escola de samba Vai-Vai venceu o carnaval 2015 em São Paulo. A taça foi conquistada com uma virada no quesito evolução, último da lista. Até a abertura dos quatro envelopes finais, a Mocidade Alegre liderava, mas terminou em segundo com 269,6 pontos. A campeã somou 269,9.

Foram rebaixadas Mancha Verde, com 267,9 pontos, e Tom Maior, com 267,7. A Mancha Verde celebrou o centenário do Palmeiras. Já a Tom Maior defendeu o enredo “Adrenalina”. Penúltima a entrar no Anhembi, a Vai-Vai fez um tributo à cantora Elis Regina, que completaria 70 anos em 2015. A vice Mocidade, fez uma homenagem à Marília Pêra.

O integrante da diretoria da escola, ex-intérprete e ex-presidente Thobias da Vai-Vai afirmou que confiava na virada. “Eu sabia que ia acontecer isso, no (quesito) evolução a gente ia tirar a diferença, eu acredito na comunidade”, disse. Para ele, a “Pimentinha”, como era conhecida Elis, está feliz. “A Pimentinha está feliz onde ela estiver”, disse.