Boletim COPA 2014

0
563

Arena Amazônia tem inauguração adiada pelo governo

A apenas quatro meses da Copa do Mundo, a inauguração da Arena Amazônia foi mais uma vez adiada pelo governo local. O estádio, que tem 96,95% de conclusão, seria aberto na sexta-feira (14). O evento teria, inclusive, a presença da presidente Dilma Rousseff. A nova data ainda não foi definida.

De acordo com o governador do Amazonas, Omar Aziz, não há condições de entregar a obra no estágio atual dos trabalhos. Na fase de acabamento das obras, a Arena Amazônia ainda recebe os últimos assentos das arquibancadas. A instalação da membrana da cobertura, por sua vez, foi finalizada no fim de janeiro depois de três meses de trabalho. O gramado do estádio também está concluído.

No último dia 7, o operário Antônio José Pita Martins, de 55 anos, morreu após uma peça de ferro do guindaste cair e atingi-lo. O trabalhador sofreu vários ferimentos e um traumatismo profundo no crânio. Desde o início das obras do estádio, em junho de 2010, outros dois operários morreram no local após acidentes.

A Arena Amazônia custou, segundo a Matriz de Responsabilidades, R$ 669,5 milhões. O estádio será palco de quatro partidas da Copa do Mundo, todas válidas pela primeira fase da competição. No dia 14 de junho, Inglaterra e Itália se enfrentam no local. Quatro dias depois, será disputada a partida entre Camarões e Croácia. No dia 22, Estados Unidos e Portugal medem forças no estádio. Por fim, Honduras e Suíça jogam na arena no dia 25.