Boletim das Olimpíadas

0
486

Rio 2016: preparativos são os ‘piores’ já vistos, diz vice-presidente do COI

John Coates
John Coates afirmou que o COI foi obrigado a tomar medidas para garantir a competição

O vice-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), o australiano John Coates, afirmou na terça-feira (29) que os preparativos para a Olímpíada de 2016 no Rio de Janeiro são os “piores” que ele já viu na história recente dos jogos.

Coates afirmou que o COI foi obrigado a tomar medidas “sem precedentes” para assegurar que a competição vai acontecer, como o envio de peritos ao comitê organizador local. “A situação é crítica”, definiu ele, durante participação em fórum olímpico em Sydney, na Austrália.
O comitê organizador local afirmou que o Brasil conseguirá realizar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos. “Em 2016 o Rio organizará Jogos excelentes que serão entregues absolutamente dentro do prazo e dos orçamentos já anunciados”, afirmou o órgão.

A declaração de Coates ocorre em um momento em que o Brasil corre contra o tempo para terminar as obras da Copa do Mundo, que começa daqui a 44 dias. “Ninguém é capaz de dar respostas neste momento”, acrescentou Coates.

Coates, que acumula 40 anos de experiência em Jogos Olímpicos e foi chefe do comitê organizador local da Olimpíada de Sydney, em 2000, já fez seis viagens ao Rio como parte da comissão responsável pela supervisão dos preparativos. “Acho que a situação é pior do que em Atenas (em 2004). Até agora, os preparativos da capital grega haviam sido os piores que eu já vi.”

A entidade brasileira destacou o lançamento da licitação para as obras do Parque Olímpico de Deodoro classificando-a como crucial e um “inequívoco” sinal de avanço. O comitê disse ainda que houve anúncios recentes de orçamento para projetos de infraestrutura e legado.