Boto da Amazônia novamente ameaçado

0
649

Figurando há anos na lista de animais ameaçados de extinção, os botos-cor-de-rosa da Amazônia – de pele, carne e olhos valiosos – têm agora mais um inimigo na luta pela sobrevivência. Matadores de aluguel são contratados para capturar estes golfinhos de água doce, para que sirvam de isca para a pesca do piracatinga, peixe muito consumido na Colômbia, país vizinho ao Amazonas. A atividade, aliás, já se tornou profissão para muitos moradores da região Norte do país.

“Matamos até 200 botos por mês”, admitiu um caçador de botos, que largou seu trabalho para ganhar a mais dinheiro na caça aos botos. A matança nos rios da floresta é considerada crime ambiental. As autoridades locais não conseguem fiscalizar a atividade ilícita no país e os representantes desta espécie tão importante para o folclore brasileiros está sumindo. “Acho que a extinção está se transformando no destino do boto da Amazônia”, disse a bióloga Vera da Silva, do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (Inpa).