Boxeador paulista vai disputar título latino

0
741

Michael Oliveira, que vive em Miami, está invicto na carreira como profissional

O pugilista brasileiro Michael Oliveira continua invicto e arrasador. Na sétima luta de sua breve carreira profissional, o jovem de apenas 19 anos derrotou mais um adversário por nocaute no primeiro round. A vítima da vez foi o americano Joe Howard, num confronto realizado em Indianápolis.

O paulista Michael, que compete na categoria dos super médios, começou o combate na defensiva, se esquivando dos golpes do adversário. Aos poucos, porém, o brasileiro conseguiu encaixar bem os seus jabs (socos rápidos) e em dois minutos e cinco segundos levou o oponente à lona com um forte golpe de direita. “O Michael tem apenas 19 anos. É importante ter só vitórias e com a menor milhagem possível”, comemorou Carlos Oliveira, pai e manager do boxeador. Das sete lutas na carreira, Michael venceu seis por nocaute, sendo cinco no primeiro round.

Próxima luta

A próxima luta do brasileiro será em setembro e valerá o cinturão latino da NABC (North American Boxing Council), o conselho norte americano de boxe. Jamais um conterrâneo ganhou tal título e a vitória certamente abrirá novos mercados para o pugilista. “A NABC é muito reconhecida na Europa, principalmente na Alemanha. Se o Michael ganhar esse título é muito provável que alguém de lá faça um desafio a ele”, acredita Carlos Oliveira.

Mas o sucesso do lutador brasileiro não se deve apenas ao seu talento dentro dos ringues. Ao lado dele está uma equipe de profissionais de diversas áreas acostumada a cuidar da carreira de grandes campeões. Um destes assessores é a nutricionista Lisa Dorfman, que já trabalhou com o ex-campeão mundial dos super médios Jermain Taylor. É ela a responsável pelo programa de alimentação de Michale, que precisa perder quatro libras até o próximo compromisso, dentro de quatro meses. Na luta contra Joe Howard ele estava pesando 162 libras mas precisa chegar a 158 libras, sem perder massa muscular.