Brasil bate recorde na geração de empregos

0
779

Foram mais de 2,5 milhões de postos de trabalho com carteira assinada em 2010

O ano de 2010 foi especial no Brasil em muitos aspectos. O principal deles, porém, diz respeito ao mercado de trabalho: foram criados 2,52 milhões de empregos com carteira assinada em todo o ano, o que representa novo recorde histórico. Até então, a maior geração de vagas havia acontecido em 2007, com 1,61 milhão de novos postos de trabalho.
As informações são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) e o índice superou as expectativas do governo. “Viemos de um período de 2009 em que a economia teve uma parada, e voltou a crescer no meio do ano. A consequência dessa parada fez com que a retomada, em 2010, fosse mais forte. Essa comparação favorece 2010. A crise freou um pouco esse crescimento, e o pós-crise ajudou a recuperar o que tinha perdido e a crescer ao ritmo normal de antes”, disse o ministro do Trabalho, Carlos Lupi.
Com os números, foram criados mais de 15 milhões de empregos com carteira assinada entre janeiro de 2003 e dezembro de 2010, ou seja, na administração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas vale dizer que essa estatística também engloba a contratação de servidores públicos. A expectativa é que o primeiro ano de gestão da presidenta eleita, Dilma Rousseff, outros três milhões de empregos formais sejam criados, apesar do já previsto corte de gastos. “Penso que o Brasil ainda tem muito o que crescer. O potencial de investimentos é muito grande”, afirmou Lupi.