Brasil é homenageado no 30º Festival Internacional de Teatro Hispânico de Miami

0
894

O cônsul Hélio Vitor Ramos Filho, Naza e a embaixatriz Milma Ramos
O cônsul Hélio Vitor Ramos Filho, Naza e a embaixatriz Milma Ramos

A 30ª edição do Festival Internacional de Teatro Hispânico de Miami vai homenagear o Brasil, pela primeira vez em sua trajetória. Segundo Mario Ernesto Sanchez, diretor do festival, o Brasil é um país crucial à identidade da América Latina. “Nossa intenção é celebrar a contribuição deste país para a cultura ibero-americana”, declarou durante a cerimônia de lançamento do evento.

“Mais do que chamar atenção para a cultura brasileira, o festival fomenta o diálogo entre as comunidades presentes na Flórida, reforçando os laços que nos conectam. A homenagem também reflete a especial e amigável relação entre o Brasil e os países hispano-americanos, a quem frequentemente chamamos de ‘irmãos’, disse o Cônsul-Geral do Brasil em Miami, Hélio Vitor Ramos Filho, presente à ocasião.

A cerimônia também apresentou ao público o cartaz oficial do evento, elaborado pela artista plástica brasileira Naza, radicada em Miami. O pôster retrata as máscaras de tragédia grega que simbolizam as artes dramáticas. Outra versão traz duas araras-azuis.

Ramos Filho não poupou elogios à artista. “O aspecto mais impressionante dos trabalhos de Naza são sua imaginação e força na hábil integração de opostos, como abstração e realismo”, disse.