Brasileira condenada por comandar rede de prostituição

0
1324

Vanessa Lopes foi sentenciada a 20 meses de detenção e será deportada depois da pena

Vanessa Cristina Guedes Lopes, de 26 anos, vai passar os próximos 20 meses na prisão. Ela foi presa em Burlington (Massachusetts) por agentes do Immigration and Customs Enforcement’s (ICE), a polícia de imigração norte-americana, acusada de comandar uma rede de prostituição com mulheres imigrantes nos estados da Nova Inglaterra. A brasileira, que morava em Miami, será deportada ao final da pena.
As investigações do ICE nesse caso começaram em 2005 e mostraram que ela colocava anúncios em sites e jornais, oferecendo – especialmente para indocumentadas brasileiras – oportunidade de trabalho para acompanhantes de executivos. As interessadas compareciam a um apartamento em Burlington e acabavam fotografadas por Vanessa, que depois forçava as mulheres à prostituição, com ameaças de que levaria as fotos para o serviço de imigração.
Em 2006, com a prisão de outro brasileiro, Raphael Eller Mello, que alugou o apartamento em parceria com Vanessa, foi possível esclarecer o crime. Quatro mulheres que já haviam trabalhado para o esquema também prestaram depoimento. A sentença de Vanessa foi divulgada em outubro e abrange crimes como indução de imigrantes ilegais à prostituição, tráfico sexual e falso depoimento em documentos de imigração.