Brasileira denuncia traficante à polícia

0
964

Técnica de farmácia de Pompano Beach desconfiou do pedido

A brasileira Aline Leça, que trabalha como técnica de farmácia na North Broward Pharmacy, tem sido uma peça fundamental na ação da polícia do condado de Broward no combate ao tráfico de drogas. Somente na primeira semana de julho, ela ajudou a polícia a capturar um suspeito e indicou outros dois que queriam medicamentos de alto controle através de meios fraudulentos, que possivelmente seriam utilizados para fazer algum tipo de entorpecente.

Em um dos casos, a polícia prendeu Noel Sinclair, que havia visitado vários médicos para obter as receitas e depois traficar Oxycodone. Para ajudar, a brasileira utilizou um programa de monitoramento, similar ao que será implantado em toda a Flórida a partir do dia 1º de setembro. Foi assim que descobriram que o acusado havia solicitado o mesmo medicamento em uma outra farmácia há 12 dias.
Ao efetuar a prisão, os policiais encontraram no carro de Sinclair, 348 comprimidos de Oxy e mais US$ 10 mil em dinheiro (pouco mais de R$15 mil).

Durante uma entrevista à CBS, Aline disse estar feliz em poder ajudar a polícia a retirar de circulação um traficante de drogas. Ela ainda mostrou como funciona o banco de dados e como é possível checar o histórico dos clientes. Desta forma dá até para saber se a pessoa tentou comprar algo com receita, mesmo que a compra não seja efetuada. Caso esta pessoa tenha procurado mais de uma farmácia no prazo de 30 dias, o programa acusa que há algo errado e deve haver uma atenção maior.

Ela explica que este sistema, chamado de Programa de Monitoramento de Drogas Prescritas PDMP (na sigla em inglês) -, tem como objetivo a troca de informações entre médicos e farmacêuticos para se certificarem sobre a veracidade da receita. E até mesmo saber se os clientes não estão visitando vários médicos. Esta minha atitude vai fazer a diferença, pois não quero minhas filhas crescendo em um mundo cercado por traficantes e todo tipo de drogas, falou a brasileira, salientando que fará o que puder para ajudar a acabar com este tipo de tráfico.

Os investigadores esperam que, com este programa, a venda ilegal de medicamentos seja reduzida.