Brasileira fala sobre experiência depois de um ano como vegana

0
1755

Flavia Abdala adotou estilo de vida mais saudável e afirma que dieta não é nenhum bicho de sete cabeças

Ana Paula Franco

DIVULGAÇÃO
Flavia Abdala adotou estilo de vida mais saudável

Flavia Abdala adotou estilo de vida mais saudável

À primeira vista, os apreciadores de carne, hambúrgueres, ovos, queijos e todos os outros derivados de animais, torcem o nariz quando se fala em dieta vegetariana ou vegana. No caso da vegana, ela exclui todo tipo de carnes, ovos, processados e qualquer alimento que seja de origem animal. Optar por esse tipo de vida não é tarefa fácil, mas um número cada vez maior de pessoas está adotando essa alimentação. Pesquisa recente aponta que somente nos Estados Unidos, o número de veganos e vegetarianos já ultrapassa 16 milhões de pessoas. No Brasil, esse número chega a 12 milhões de pessoas.

Há um ano, a corretora de imóveis Flávia Abdala, que vive em Miami, adotou esse estilo de alimentação. Além de não comer nada de origem animal, ela opta por alimentos crus quando é possível. Ela conta porque mudou radicalmente sua alimentação. “Eu ainda não sou mãe, sempre quis me preparar financeiramente, com a carreira profissional e na vida pessoal. Mas como já não tenho mais 20 anos, eu e meu noivo passamos a conversar sobre ter um filho.  Resolvemos que se eu e ele também ficássemos mais saudáveis, e desintoxicássemos o corpo das toxinas do dia a dia, teríamos também um filho mais saudável”, disse Flávia.

Ela conta que, quando optou por ser vegana, assistiu vários vídeos no Youtube e acompanhou estudos médicos sobre a alimentação vegana e sobre o consumo de comida crua. “Fez mais sentido ainda eu fazer essa experiência, de no mínimo dois anos, que é o tempo que se leva para renovar as células do corpo, e trocar radicalmente minha alimentação, para comida orgânica, vegana e quase toda crua”, acrescenta.

Flávia conta que no começo não foi nada fácil. Nos primeiros meses, ela e o marido passaram por momentos complicados, tiveram vontade de comer comida convencional e, finalmente, hoje convivem bem com a dieta. “Até acostumarmos e  aprendermos o que podíamos ou não comer, onde comprávamos os alimentos, receitas novas, reeducar nas compras de mercado, foi complicado. Com o passar do tempo, nos divertíamos descobrindo algo novo como restaurantes e receitas. Enfim, notamos que não é tão difícil ser vegan, mas pelo contrário, é mais fácil e bonito comer uma comida vegana do que a convencional com o animal na mesa. Para mim, é uma surpresa é que quando falo que sou vegana, muitos restaurantes convencionais ficam felizes de me acomodar modificando o prato, e em casa de amigos e família mais ainda. Pois todos são curiosos e querem saber mais sobre o assunto”, diz.

Veganas sem estresse
A corretora, que também é apaixonada por mergulho, emagreceu 10 libras e está cada vez mais feliz com o corpo e o novo estilo de vida. Ela criou no Facebook a página “Veganas sem Estresse” onde compartilha sua experiência com outras pessoas, posta receitas e indica os melhores lugares para comprar alimentos orgânicos. “Sabemos que comida orgânica não é barata, então tem que ficar de olho nas promoções e cupons do Publix e Wholefoods. As feiras livres são ótimas opções também. Mas a melhor mesmo é cultivar em casa onde produzimos e plantamos grãos, folhas, fazemos nossos próprios iogurtes de leite de coco, ou de amêndoas, germinamos sementes, e fermentamos bebidas Se viajo, eu já antes de sair de casa faço minhas pesquisas, para saber onde estão as feiras, ou mercados e restaurantes veganos”, acrescenta. Por fim, Flavia Abdala dá um conselho para os leitores que têm vontade de mudar a alimentação, mas não têm coragem. “Recomendo perseverança, paciência e que tenha um mentor ou amigo que já esteja nesta jornada. O meu mentor são os vídeos do YouTube que sigo sempre, e meu noivo Alex que também me apoia. Mantenha o foco e não desista”. Saiba mais pelo email flavia@theoceanfortlauderdale.com ou na página no Facebook “Veganas sem estresse”. Confira abaixo duas receitinhas vegetarianas rápidas e fáceis.