Brasileira tenta manter ação de $50 milhões contra ex-namorado

0
802

Adriana Ferreyr sustenta a tese de que o bilionário George Soros prometeu lhe dar um apartamento de luxo e quebrou a promessa

A atriz brasileira Adriana Ferreyr, de 30 anos, tenta a todo custo manter a ação judicial que move contra o seu ex-namorado, o bilionário húngaro-americano George Soros, de 83 anos. Essa semana, o caso foi novamente parar na corte americana e, quando o juiz mencionou a possibilidade de anular a ação milionária, ela caiu no choro.

A brasileira, cujo último trabalho de destaque foi na novela Marisol (SBT/2002), alega que o namorado bilionário quebrou a promessa de lhe presentear com um apartamento no valor de $1.9 milhão em Manhattan, New York. Os dois mantiveram um romance por cinco anos.
Ela também alegou, em sua ação contra o húngaro-americano, que ele intencionalmente provocou danos emocionais durante uma briga e que teria enviado guarda-costas para mantê-la sob vigilância.

Essa semana, durante encontro na corte de apelação, Adriana disse que merecia ter sua ação ouvida pela justiça e planeja levar o caso a julgamento. “Eu acredito na América. Eu acredito em justiça. Eu mereço defender minha reputação”, protestou.

No autos do processo, a brasileira nascida em Salvador (BA) reclama que Soros deu o apartamento milionário que havia prometido a ela para outra mulher, Tamiko Bolton, de 42 anos, com quem se casou em 2013.

A ação milionária teve início em 2011. Ainda nos autos constam detalhes do último encontro dos dois em corte, no qual a baiana xingou e tentou bater no ex-namorado, e depois tentou agredir o advogado do bilionário.