Brasileirinho fatura mais um título em Jiu Jitsu

0
776

Jonathan da Silva, nascido no sul da Flórida, ganhou a competição em Tampa

DA REDAÇÃO – O fotógrafo Elcyo Simões, que acompanha de perto a carreira de Jonathan da Silva, de apenas 10 anos de idade, está impressionado com sua habilidade e os resultados obtidos pelo menino, nascido aqui, mas filho de pais brasileiros.

Aliás, ele desenvolveu-se na modalidade de Brazilian Jiu Jitsu desde os três anos de idade graças ao empenho do pai, Marcio Silva, faixa preta e mestre da Brawler BJJ Academy. Agora, ele coleciona títulos em todas as categorias “gi” e não “gi” (quimono) e acaba de conquistar em Tampa, este final de semana, a naga (divisão especial) pela 21ª vez. Além disto, ganhou por cinco vezes os cintos Grapplers Quest e sagrou-se três vezes campeão estadual em sua categoria.

Hoje, ele simplesmente não tem adversários em sua faixa etária. Por isto, vem enfrentando e derrotando meninos bem mais velhos do que ele, revelou Simões. Está caminhando celeremente para se transformar num dos maiores fenômenos da modalidade, segundo o fotógrafo.
Para Jonathan, faltam apenas duas faixas para alcançar a categoria máxima, conforme explicou Simões: Atualmente, ele é faixa laranja. Muitos meninos lutam com ele porque têm interesse de chegar ao seu nível de graduação na modalidade. Ele, no entanto, vem derrotando todos os adversários. Agora, o próximo passo é chegar à faixa roxa e depois à faixa preta (o grau máximo), algo que ele só poderá ambicionar quando tiver 18 anos de idade.

Com tantas conquistas, ele pode figurar no Guinness World of Records. Entretanto, sua carreira precisaria de mais apoio para deslanchar definitivamente. Por isto, tanto Simões como o pai estão em busca de patrocínio para o pequeno Jonathan. Afinal, é retorno garantido, porque significa aliar-se com um vencedor.